Roteiro das Tripas à Moda do Porto… Conheça Aqui os Detalhes…

Outubro 3, 2010

Roteiro das Tripas à Moda do Porto... Fonte: http://www.ionline.pt

Hoje por ser Domingo, trago algo relacionado com a nossa gastronomia, desta feita, li no decorrer da semana transacta um artigo que versa, sobre um roteiro para se degustar Tripas à Moda do Porto.

« Os melhores sítios para comer tripas à moda do Porto

Na verdade, o prato está na moda desde a época dos Descobrimentos. É um símbolo da cidade e nós fomos provar os mais requisitados

O provérbio diz que a necessidade aguça o engenho. A história do Porto demonstrou que também serviu para aguçar o apetite. Durante os Descobrimentos, pediram aos portuenses alimentos para abastecer as naus que iam tomar Ceuta. As carnes seguiram e a população ficou com as miudezas. A partir das tripas, imaginaram-se muitas alternativas na cozinha. Nasciam as “Tripas à Moda do Porto”, que figuram na montra dos mais importantes símbolos da cidade. Raul Solnado elogiou-as e José Mourinho provou-as quase por correio. Descubra alguns dos melhores sítios para as comer.

O Líder Manuel Moura, proprietário deste restaurante, não tem dúvidas que as tripas são um “ex-libris” da cidade do Porto. Nada pode faltar na receita: “A touca e o estômago do animal, mão de vaca, feijão branco, cenoura, refogado com cebola, bacon e toucinho fresco, chouriço, bom azeite, sal, pimenta e cominhos.” Para acompanhar, arroz branco seco. É servido numa caçarola e decorado com salsa picada, frango desfiado e orelheira de porco fresca. E um bom vinho tinto, “seja maduro ou verde”. Preços: por 16,5 euros comem duas pessoas.

Alameda Eça de Queiroz.

A Cozinha do Manel Às quartas-feiras e sábados, os amantes das tripas podem rumar à Cozinha do Manel. No passado fim-de-semana, “mais de trinta pessoas pediram para levar tripas para casa”, garante ao i Manuel Mendes. Tiveram mesmo de confeccionar tripas “adicionais” porque “o desejo do cliente é sempre uma obrigação”. O proprietário avisa que as tripas têm de estar “bem lavadas e cozidas”. Uma dose é servida por dez euros. Rua do Heroísmo.

Pombeiro O prato é “muito requisitado” neste local. Quando venceram o primeiro prémio num concurso, em 2002, pediram-lhes que passassem a cozinhá-lo “todos os dias”, conta Manuel Pinto Pereira. Os ingredientes passam no teste da qualidade, “vêm da aldeia”, e os fregueses, de todo o lado… “Vem gente de Lisboa comer as tripas. No tempo em que o Mourinho estava no Chelsea, os amigos levaram-lhe tripas. Ele ainda não passou por cá, mas sei que as comeu e repetiu. Também já as levaram para a Bélgica e um dos grandes admiradores deste restaurante foi Raul Solnado. Escreveu que fazíamos as melhores tripas do universo e o papel ainda está na parede”, garante. Preços: 8,5 euros para uma pessoa e 15 euros para duas. Rua do Capitão Pombeiro.

O Buraco Há 40 anos que o ritual se repete no restaurante O Buraco. Todas as sextas-feiras as tripas enchem as mesas. “Qualquer estrangeiro que aqui vem pede tripas”, refere o proprietário Manuel Azevedo. A casa é conhecida pelo peixe fresco, mas todos os dias há um “prato forte” de carne no menú. Diz quem sabe que depois de comer tripas o melhor é não ter muito que fazer. Sirva, por exemplo, com uma reserva duriense “Coimbra de Mattos” e a seguir vá “dormir uma soneca”. Preços: seis euros para uma pessoa, 12 euros para duas. Rua do Bolhão.

Casa Correia Uma das mais-valias deste estabelecimento é o facto de ser uma tasquinha típica. Os clientes parecem gostar, porque “já há pouco disso”, refere José Pereira Correia. Mas não só. Ele próprio torna-se um cliente regular das tripas que a mulher prepara às quintas-feiras. Gosta “muito” de um “pratinho muito apreciado no Porto”. Um dos segredos está no “variedade de carnes”. Preços: Meia dose por 8,5 euros e por 13,5 euros comem duas pessoas. Rua Dr. Barbosa de Castro.

Se ainda não se decidiu, esmiúce as restantes sugestões do Chefe Hélio Loureiro, presidente da Confraria Gastronómica das Tripas à Moda do Porto. “O Tripeiro”, onde se comem tripas “muitíssimo bem confeccionadas”; o restaurante “Casa Aleixo”, espaço emblemático mais conhecido pelo polvo, mas com uma “persistência de receituário” que torna as tripas “das melhores da cidade” e o espaço “Salsa & Loureiro”, no Hotel Porto Palácio, que serve tripas à quarta-feira. »

In: http://www.ionline.pt/conteudo/81191-os-melhores-sitios-comer-tripas–moda-do-porto, a 01 de Outubro de 2010, em Jornal I

Bom Apetite!

RT


Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.