Desfazer amor

Hoje e para não me pensarem que seja pessimista, deixo-vos o comentário do Rui Reininho, quem não conhece é o vocalista dos GNR.

Rui Reininho, Músico

Finalmente, e a um preço acessível, um barril de ternura, crude e amor. Na Arábica goma e Saudita diz que o petróleo é eterno uno e indivisível, que resiste à fusão e à explosão.

Mas não resiste à mentira, tal como o amor, vários milénios, caixas e montes pios tentam investigar porque tudo morre, porque não o levarás contigo, salvo o amor; tá bem, algum respeito, estima, amizade ou uma vontade de ter relações furtivas com pessoas desconhecidas do grande público ainda se safam. Mas na grande arca de Cloé, de onde vimos e para onde vamos e nos viramos sem tugir e nem mugir, malta, não se sabe…

O amor, esse, nunca fica feito, como se o grande empreiteiro da humana idade pretendesse ter sempre a obra em aberto; esse tal de amor desfaz mais do que se faz camas, mesas, roupas lavadas, tudo se destrói num vortex insano, numa voracidade de sentidos e impérios de sentados e de posições com que os missionários se familiarizaram.

Então é assim, como se dizia na capital, vem aí um bigbang. Sem amor, mas com raiva, a petroleira remendada de petrolífera mais aromática do país ameaça a Leça da Palmeira, segundo os fecundos Expensive Soul a terra mais bonita, poluta de Portugal (Ver “Eu não Danço”, clip que transforma a refinaria num golfe descapotável, cabrio e olé!).

Os gajos da Galp fecharam a praia durante um ano e meio, meteram os tubos que ninguém deveria pisar debaixo da estrada, alcatroaram as margens, fazem descargas à má-fila, rebentam com tudo ciclicamente, tentam mandar a CGTP para Sines, vendem os terrenos circundantes, escondem-se em inquéritos enquanto os operários arriscam a pele, pagam sub-repticiamente tratamentos a quem se queixa de mal-estar respiratório e desistiram de fazer um festival – lavagem de música só em Português.

Com a bunda para a Lua, agora saiu-lhes o PetroBrasil de bónus mas ninguém veio dizer que o combustível vai baixar!

É por essas e por outras que o pessoal ainda chama SACOR à praia em frente, como no tempo do “faxismo”. Por muita maquilhagem que a velha senhora ponha, ela será sempre uma meia desfeita, amor.

Rui Reininho escreve no JN, semanalmente, aos sábados

Retirado na integra de: http://jn.sapo.pt/2007/11/17/opiniao/desfazer_amor.html

Reininho obrigado por não me deixares solitário…

RT

Anúncios

Um pensamento sobre “Desfazer amor

  1. Sem duvida que a nossa ja tao conhecida PETROGAL tem dado que falar nos ultimos tempos, e nao pelos melhores motivos…
    Quando se fala desta empresa, tanto ha para dizer, e nenhum dos comentarios lhe é favoravel…
    ora pois bem, comecemos pelo preço da gasolina, sim senhor essa grande cruz que temos que acarretar, essa grande dor que sentimos quando saimos de uma bonba de gasolina muitos e muitos euros mais leves… ora bem a galp tem a opçao de por esse bem dito combustivel a um preço mais acessivel, se o faz em Espanha e os KM que gasta até la sao enormes, aki nao os gasta logo seria logico ser mais barata, mas qq pessoa desta grande empresa defende que o preço deve-se aos impostos e que a petrogal nada ou pouco lucra… será verdade meus senhores??? Nao se sabe… nc teremos acerteza… A petrogal nao mostra provas o governo tb nao continua o povinho a pagar e os mais altos funcionarios da petrogal a pagar…
    enfim
    mas ja agora que pagamos tanto e, supondo que ha mt lucro nesta empresa, que o aumento do preço nao se deve aos impostos, nao seria bonito esta empresa ter um gesto amavel com os seus fies consumidores e pegar nesses GRANDESSSSSSSSSSSSS lucros e em x d os dar a esses altos funcionarios (a quem tem sido distribuido nos ultimos tempos os lucros da empresa em forma de premios, ja nao falando nos elevados ordenados e regalias que possuem) porque nao pegar nesse valor d lucro mete-lo nos cofres da empresa e dizer aos clientes que apesar de o barril d petroleo ter aumentado bl bla bla… nos mantemos o preço pk temos esta percentagem d lucro do ano anterior…. ou entao pk nao investir na segurança da petrogal d leça palmneira, ou porque nao tira-la d lá d x??? seria um custo claro, mas para kem???? p o estado??? talvez, p a economia ?? talvez tb, mas se for colocada noutro sitio continua a contribuir p a economia, ou sera um custo para os coitadinhos dos altos funcionarios (na maioria efectivos e com idades avançadas) que tem medinho de ficar sem emprego ou entao de ter k ir p outro lugar longe ds suas casinhas??? nao seria um custo para os pobres ds contratados d petrogal pk esses kerem é trabalhar, e +rincipalmente que lhes paguem mais, e tb nao seria um custo para tds os moradores d leça d palmeira que vivem constantemente em sobressalto e medo….
    Acabem c PETROGAL…. TENHAM TOMATES P A POR NOUTRO LOCAL E PRINCIPALMENTE PARA PEGAR NESTES ALTOS FUNCIONARIOS E MANDEN-NOS PARA A REFORMA C 40CTS P MÉS…. TV ASSIM VALORIZEM O TRABALHO

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s