Em Vesperas do 25 de Abril…

Em vesperas do dia da liberdade em Portugal, o 25 de Abril, relembro me que se perderam valores conquistados em 1974.

A liberdade de falar, hoje em dia não se pode falar, se falamos algo que ninguém gosta podemos candidatarmos a levar um processo em cima.

A liberdade de poder votar em regras aplicáveis, por exemplo, o recente caso do Carolina Michaelis demonstra que as regras não estavam bem definidas, penso que se fosse possível em situações esporádicas os alunos virem fora da sala de aula atender o telemóvel ou mesmo vir ao wc, e voltassem a entrar, muitos dos problemas de indisciplina que acontecem nos liceus nacionais não aconteceriam. Não estamos a ver ninguem em plena faculdade a fazer aquilo, embora eu tenha tido um professor universitário que dizia, depois de eu entrar, mais ninguem entra a não ser no intervalo, ou seja, digamos que as razões dele eram outras, mas à primeira vista parecia fascista, acabou por se entender esse procedimento, e revelou-se um catedrático excelente, ainda hoje sinto alguma falta das aulas dele.

Perde-se o civismo, hoje em dia as pessoas pensam passar umas por cima das outras, sem olhar a meios para atingir os fins, digo que temos o egoismo de ser melhor que o vizinho, que o amigo, então nas familias é terrivel, conheço casos de pessoas que se casaram e tiveram filhos por pura competição, espero é que se consiguam segurar, pois a economia não dá tréguas.

Por falar em economia, esta em 1974 era quase estável, tão estável que um curso de economia nesse tempo, poderia permanecer inalterável por muitos anos, e quem diz um curso, diz uma decisão economica. Hoje em dia não é assim, tudo muda, de manhã é uma coisa, à tarde é outra e à noite outra ainda.

O ritmo de vida actual é como a economia, e o nosso planeta azul, gira, roda, mas jamais vai parar, exemplos disso é o que mais por ai se vê, desde empregos, matérias académicas, juizos de valor, opiniões, relacionamentos….(Ficava aqui a noite toda e não acabava)

Desejo a todos a maior sorte, neste denominado carrocel em que se perderam muitos valores conquistados em 74, mas vaores estes que oscilam por uma liberdade incrivel.

Tenho dito

RT

Anúncios

2 pensamentos sobre “Em Vesperas do 25 de Abril…

  1. Já uma professora minha de filosofia dizia: “Nós somos livres, mas é uma liberdade condicionada”… Eu, com base em coisas que aprendi no meu curso mas que não estão assim tão distantes do que é senso comum, digo-te que por um lado ainda bem que não somos totalmente livres, caso contrário o mundo era uma barbaridade e reinaria o caos e a injustiça… no entanto cada vez temos menos direito à liberdade que todos temos direito… De sermos quem queremos e fazermos o que bem nos apetece, sem que isso infrinja as leis e regras da sociedade… Mas tu achas que alguém abaixo da nossa geração, entende o que é revolução? Achas que alguém ainda sabe o que é o 25 de Abril ou o que significou para os nossos pais? Duvido… para os adolescentes de hoje isso significa apenas mais um feriado e uma boa oportunidade para sair à noite!
    Tenho pena… *****

  2. Meguinha deixei-te um prémio no meu blog… o nome do post é “Agradecimento”… é so clicares na imagem e fazeres copy paste para onde quiseres =) depois tens de dar a cinco pessoas
    =)*****

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s