Ronaldo divide banqueiros e políticos por valor de transferência milionária para o Real Madrid

Cristiano Ronaldo

Hoje não resisti a esta notícia e tive que fazer um comentário à mesma, como tal, hoje têm direito a 2 posts, aproveitem. Passo a transcrever a noticia, logo seguida do respectivo comentário:

«Ronaldo gera polémica entre banqueiros e políticos

Pedro Duarte
17/06/09 16:15

A decisão do Real Madrid em contratar o jogador português por 94 milhões de euros está a tornar-se num assunto controverso entre os políticos e empresários espanhóis.

Depois de ontem a Caja Madrid ter confirmado que aprovou um crédito de 76,5 milhões de euros para o Real Madrid, hoje o vice-presidente do Banco Santander, Matias Iniciarte, preferiu não comentar as notícias avançadas pelos media espanhóis de que este banco também está a conceder ao clube de futebol uma soma similar.

Estes créditos têm gerado críticas por parte tanto dos empresários como dos políticos espanhóis, noticia a agência Bloomberg.

“Este não é um bom exemplo a dar, quando o país atravessa uma situação económica tão séria”, afirmou o presidente da Federação Nacional de Trabalhadores Independentes, Lorenzo Amor.

A ministra das Finanças espanhola, Elena Salgado, já afirmou por seu turno esperar que estes créditos ao Real Madrid sejam também acompanhados por um aumento dos créditos às empresas, de modo a ajudar a economia espanhola a sair da recessão.

“É-me difícil avaliar a decisão [dos bancos], mas digo aos bancos que, se têm liquidez, então que concedam créditos às pequenas e médias empresas e às famílias. Façam também um esforço por eles”, disse a governante, que notou no entanto que a decisão de conceder créditos ao Real Madrid “é uma decisão privada e cabe a quem toma a decisão saber como vão recuperar o dinheiro”.

Em resposta a estas afirmações, o presidente da Caja Madrid, Miguel Blesa, afirmou que o banco já aumentou o crédito concedido às empresas em 11% desde o início do ano.

“É um erro afirmar que estamos a fechar a torneira”, disse.

A contratação de Ronaldo também chegou ao Parlamento espanhol, tendo o deputado Joan Herrera pedido ontem ao Governo que procure limitar os vencimentos dos jogadores de futebol, depois de ter sido conhecido que Cristiano Ronaldo vai ganhar 13 milhões de euros por ano, mais do que qualquer outro jogador de futebol no mundo.

A Espanha atravessa actualmente a pior recessão dos últimos 60 anos, sendo esperado que o Produto Interno Bruto (PIB) do país diminua 3,6% em 2009 e depois da taxa de desemprego ter atingido os 17,4% no primeiro trimestre do ano.»

In: http://economico.sapo.pt/noticias/ronaldo-gera-polemica-entre-banqueiros-e-politicos_13029.html em 17 de Junho de 2009

O meu comentário:

Há alguns posts trás, mais concretamente no dia 12 de Junho de 2009, fiz um comentário à transferência do Ronaldo para o Real Madrid e nomeadamente do valor da transferência, por achar um valor absurdo.

Pois bem, parece que a própria população espanhola, está dividida devido ao valor da respectiva transferência, uns estarão incrédulos, outros escandalizados e outros estarão a favor.

Uma franja da população que está a favor é os banqueiros, que deram o aval ao crédito que serviu de suporte à respectiva transferência, pois serve de «publicidade» gratuita, pois se um banco tem liquidez para uma operação desta envergadura, deve ser com certeza um banco muito bem cotado e bem suportado, o que transmite para o consumidor em geral, uma ideia de credibilidade e solidez.

Quem está contra, são os políticos, que não entendem com o país a passar a maior crise desde os anos 60, como é possível se entrar numa roda viva de devaneios em compras de jogadores por valores nunca vistos, e como, é possível pagar o ordenado mais caro de sempre a um jogador, isto em tempos de crise.

Pois bem, eu fico contente de pelo menos não ficar isolado, com a minha ideia que as coisas têm que ter certos limites, e as pessoas têm que ser remuneradas, de acordo com o esforço que fazem , com as qualificações que possuem, mas mais importante ainda, é o impacto que têm sobre as pessoas, como por exemplo, pessoas que descobrem curas para doenças, gestores que salvam empresas, cientistas que inventam coisas úteis para o mundo, etc. Pois bem, no caso dos futebolistas, penso que não justifica o auferir valores de ordenados como ganham, muito menos, um só jogador, ganhar mais que qualquer gestor de uma grande empresa, ou mesmo, mais que o maior cargo público nacional.

Pois bem, o mesmo devem ter pensado os políticos espanhóis, e muito bem, não gostaram e pretendem limitar o calor dos ordenados dos jogadores, e por esse velho continente, muito se tem discutido sobre os valores que envolvem as transferência de jogadores, que parecem não terem tecto máximo, e podem mesmo, infligir por este andar, em especulações que podem até levar os clubes maus lençóis.

Outra questão, é que os banqueiros, parece que têm muita solidez, no entanto, quando se trata de emprestar para o crédito à economia e/ou aos particulares, os mesmos dizem que emprestam, mas duvida-se se calhar que o façam, pois para eles as empresas e os particulares, apesar de mais útil para a sociedade, apresentam risco muito elevado; o Clube de Futebol, apesar de ter vários milhões de Euros em dívidas, apresenta inferior risco, pois tem receitas de publicidade, e podem sempre ficar com os passes de alguns jogadores congelados.

Consegue-se perceber a posição dos banqueiros, mas também se tem que entender a posição dos políticos, mas acima de tudo, deve-se ter um bom senso, coisa que quem emprestou parece não ter tido e os políticos, como teoricamente são os representantes dos habitantes da nação, não gostaram, e com razão.

Sob meu ponto de vista, penso mais uma vez que a transferência foi por um valor exorbitante, o valor de ordenado, é sem comentários, pelas razões que para mim são validas, no entanto, para outros que podem ter valores diferentes dos meus, pode até ser muito bom. Eu aliás no que concerne a futebol, nunca paguei para ver algum jogo, se me oferecerem um bilhete ainda posso lá ir, mas só se o jogo me agradar. Não sou fanático por futebol, pois penso que é uma indústria que vai muito além das 4 linhas, passa por um jogo de interesses, dinheiros e especulação.

Parabéns espanhóis por entrarem nesse «confronto» entre banqueiros e políticos, mostra sinal de que tem ponto de vista crítico das coisas.

Tenho Dito

RT

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s