DGCI Desperdiça Recursos dos Portugueses em Conversões…Será que Vale a Pena?

dgci

Hoje trago uma notícia que penso que seja ridícula, pelo menos na minha óptica, pois pensam que formar pessoas com títulos fazem mudar comportamentos e atitudes com vista a incrementar a qualidade, mas passo a transcrever a notícia e a realizar posteriormente o comentário:

« Funcionários da DGCI vão para a universidade

Objectivo é elevar qualidade dos serviços prestados aos contribuintes

Objectivo é elevar qualidade dos serviços prestados aos contribuintesA Direcção-Geral dos Impostos (DGCI) vai promover uma parceria com quatro universidades portuguesas, com o objectivo de proporcionar, no próximo ano lectivo, cursos de pós-graduação a cerca de 100 dos seus funcionários com melhor potencial.

As Pós-Graduações vão desenvolver-se nas áreas da Gestão e do Direito e possuem duas componentes. Por um lado, formação avançada em matérias de natureza fiscal, a ministrar no interior da DGCI, por alguns dos seus melhores quadros. Por outro lado, formação nas universidades em causa leccionadas pelas equipas de doutorados.

No final dos cursos, os alunos com melhor aproveitamento poderão concluir os correspondentes Cursos de Mestrado.

O objectivo imediato da DGCI é o de formar uma bolsa de especialistas de alto nível, com o objectivo de elevar a qualidade dos serviços que presta ao país.

O projecto, que se pretende estender, nos próximos anos, a outras universidades, enquadra-se no Plano para a Qualidade no Serviço ao Contribuinte que a DGCI está a implementar e que tem por objectivo tornar a Administração Fiscal portuguesa numa das mais competitivas da União Europeia.»

In: http://www.agenciafinanceira.iol.pt/noticia.php?id=1077173&div_id=1730, a 21 de Julho de 2009, no site da Agência Financeira

O meu comentário:

Ao ler esta notícia, algo me passou pela cabeça, será que não estão a atirar dinheiro pela janela fora…Nada contra o investimento em formação, e de transmissão de novas técnicas para os funcionários de uma determinada organização, mas agora em pensar que a universidade os vai ajudar a serem trabalhadores com mais qualidade, isso é um passo muito a frente, que penso que no raciocínio analítico tende para quase impossível ou mesmo impossível.

Pois bem, que as universidades em alguns cursos mudam a forma das pessoas verem as coisas, as formas de pensamento e removerem por vezes as «palas», que temos nos olhos, nada a discordar. Agora dizer que as universidades, fazem as pessoas simpáticas, afáveis, cordiais, empáticas, etc (todas as boas coisas que minimamente temos que ter para atender em front-office), isso é mentira, nunca vão ensinar isso às pessoas nas universidades.

Os funcionários da DGCI, não é por falta de competência que são mal vistos pelas pessoas externas à DGCI, o problema deles, e de muitos dos funcionários públicos, é de terem um emprego para a vida, de não poderem ser despedidos, mas sim em caso de necessidade, são reformados compulsivamente; são antipáticos, adoram o caos e a desorganização, pois não se preocupam os papéis que se acumulam à sua volta, em vez de sugerirem algo mais prático e mais moderno, como ter os dados e processos em computadores e numa rede central, acessível em todo o país, agilizando os processos e os pedidos dos clientes; são insensíveis, nada simpáticos e empáticos mas o pior é que são pouco pró activos, e essencialmente pouco esclarecedores das dúvidas dos contribuintes. É óbvio, que felizmente existem excepções à regra, e como tal, uma pequena parte é diferente de tudo isto que mencionei acima, eu mesmo, tenho um conhecido que trabalha lá, e é tudo ao contrário do que mencionei, portanto esta excepção é para ele, e para todos os que têm trabalhado para melhor satisfazer o contribuinte.

A estes senhores, os cursos universitários nada vão mudar, eles não vão mudar os seus métodos (vícios) de trabalho só por serem possuidores de um título académico, eles ainda podem ao serem possuidores do título serem mais arrogantes, e vão exigir aumentos de ordenados e escalamentos nas categorias profissionais, mesmo em tempo de crise, a maior parte deles só tem olhos para o seu respectivo umbigo.

Uma forma na minha óptica, e talvez a que resolve-se mais do que a encontrada e descrita na notícia, é seguir a questão do velho ditado: «Burro Velho, não aprende línguas», como tal, a ideia é colocar sangue novo nos serviços da DGCI e em muitos organismos públicos, sendo que se deve tentar «remover» os velhos do Restelo, através talvez de reformas antecipadas, pois o gasto neles é sempre superior que o benefício, até em casa devem ter menos custo que no trabalho.

Deve-se mudar filosofias, mudar procedimentos e atitudes, deve-se colocar chefias de espírito aberto; as pessoas que estão em «front-office», devem ter além de simpatia, empatia, compreensão, competência, entre outras, e terem a noção que estão perante público, publico este que não devem ser vistos como diferentes deles, são os «clientes» da DGCI, se essas pessoas não forem lá os funcionários perdem o emprego, e aí que vão fazer??? Além disso repara-se que os funcionários da DGCI, na sua vida pessoal, ao recorrerem a serviços privados, como por exemplo, lojas de electrodomésticos, gostam que o funcionário os atenda bem, de forma cordial, simpática e os aconselhe no que comprar, e lhes explique como funciona, etc, basicamente, faça um atendimento de excelência. Porque não seguem os funcionários da DGCI e os funcionários públicos em geral este modelo??

A ressalvar, muitos dos funcionários que fazem atendimentos de excelência não são possuidores de cursos superiores, são sim pessoas que tiveram alguns formação, mas muitos deles aprenderam a com a «vida», a mimar o cliente, pois caso o cliente não goste, não vai repetir a compra do bem ou serviço, ou vai a outro concorrente, e no caso mais extremo, e infelizmente nos dias de hoje não tão raro assim devido à crise que nos assola, são despedidos, ou o patrão onde trabalham vê-se obrigado a fechar as portas.

Portanto, penso que a solução para a DGCI e para o funcionalismo publico no geral, é de colocar novo sangue nas suas fileiras, tentar converter os actuais ou os reformar (pois muitos deles andam somente a passar tempo para a reforma, é triste, mas é a pura verdade), os novos a colocar, devem ser já com cursos superior, para melhor rentabilizar o investimento, mas é claro que não vão ser tão pesados para a maquina, pois entram para categorias abaixo, das que estão lá actualmente.

Formar pessoas não traz qualidade ao serviço, mas sim boas práticas, bons procedimentos e comportamentos esforçados com vista a ver os contribuintes como clientes e pessoas, podem ajudar a que seja atingido o objectivo, denominado de qualidade.

Penso que é uma maneira de ir mudando as mentalidades e a forma de como o público, no seu geral, olha para os serviços públicos, se mutação começar por ai, vai ajudar com certeza a mudar muita coisa no nosso país.

Deixo a questão: Qual a sua opinião sobre os funcionários públicos e os serviços que os mesmo prestam?

Tenho Dito

RT

Anúncios

Um pensamento sobre “DGCI Desperdiça Recursos dos Portugueses em Conversões…Será que Vale a Pena?

  1. Boa tarde,

    Na sequência do comentário, deixo as seguintes questões:

    a) Será que uma pessoa tecnicamente melhor preparada não conseguirá provavelmente prestar um melhor serviço?

    b) Será que uma Administração Fiscal dotada de melhores funcionários ao nível técnico não contribui para o bem comum?

    c) Será que as críticas apontadas seriam as mesmas se estivessemos a falar de entidades privadas que procuram valorizar os seus recursos?

    Se há muita coisa a mudar e a criticar na função pública não me parece que dotar as pessoas de melhores e mais conhecimentos seja nefasto ao desempenho das suas funções.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s