Guia para Ganhar com as Compras nas Grandes Superfícies

comercio a retalho

Hoje deixo-vos e para começar a semana em grande estilo, um guia de compras em grandes superfícies, seguido de um comentário:

« Os truques dos hipers para nos convencerem a comprar

Vá sozinho às compras, sem fome, com uma lista na mão e seja-lhe heroicamente fiel.

Vá sozinho às compras, sem fome, com uma lista na mão e seja-lhe heroicamente fiel
Passam despercebidos, mas estão sempre lá. E nós somos frequentemente «levados», mesmo sem darmos por isso. Os super e hipermercados usam alguns truques para nos levar a comprar mais do que aquilo que normalmente queremos.

E se pensa que a si, ninguém o convence a adquirir uma coisa que não pretenda, leia este artigo e pense mais uma vez. Quase de certeza que já alguma vez acabou por levar dentro do carrinho das compras um produto que não tinha em mente comprar. Conhecendo as técnicas deles, pode defender-se melhor. O alerta é da Deco Proteste deste mês de Setembro.

Por exemplo, se fizer uma lista de compras antes de entrar no supermercado, tanto melhor. Mas esforce-se por lhe ser fiel. É que, na maioria dos casos, isso não acontece. Em parte porque os produtos de primeira necessidade, aqueles que, normalmente, levamos em mente, estão ao fundo da loja, para nos obrigar a passar por todas as outras secções antes. E se «longe da vista, longe do coração», o «dar de caras» com alguns produtos pode ser o suficiente para cair em tentação.

Fuja das feiras temáticas e bancas de promotores

Outro truque usado pelas grandes superfícies passa pelas bancas temáticas à entrada. Mesmo que não precise de nada daquilo no imediato, como o carrinho ainda está vazio, pode cair no erro de achar que é uma boa oportunidade para comprar e a tentação é maior. É o caso dos produtos de férias e praia durante o Verão, das «feiras» e «dias especiais» de determinados alimentos mais gulosos, como enchidos e queijos, das amêndoas e ovos de chocolate na Páscoa, ou dos brinquedos no Natal.

Fique ainda atento às promoções. Os promotores, em bancas separadas, oferecem brindes na compra de determinados produtos, ou dão o produto a provar. Se lhe souber bem, a inclinação para o comprar aumenta. São um chamariz e muitas vezes levam-nos a achar que o preço é mais convidativo. Não leve para casa bens que não costuma usar.

Se já chegou à caixa é porque não há mais nada que queira

Um dos mais frequentes, mas também dos mais óbvios, são as bancas ao lado das caixas, com revistas, pastilhas e chocolates. Até ao pagamento, enquanto aguarda na fila, a olhar para o lado, muito pode ainda entrar no carrinho.

A melhor companhia para ir às compras é você mesmo e mais ninguém. Evite levar outras pessoas consigo, sobretudo crianças. Quanto maior o grupo que acompanha o carrinho, mais serão as solicitações. Nalgumas lojas, os produtos para os mais pequenos estão ao nível dos seus olhos e ao alcance da mão. É muito complicado dizer que não a tudo o que pedem.

Outro truque importante é nunca fazer compras de estômago vazio. A fome vai incentivá-lo a comprar as iguarias expostas nas prateleiras.

As superfícies com cafés e bares também tendem a incentivar mais o consumo. Quanto mais tempo permanecer pela loja, maior a probabilidade de comprar.

E fique atento não só aos preços, mas também ao tamanho das embalagens. Perante embalagens de capacidades diferentes, compare o preço da mesma unidade de medida, como o litro ou o quilograma. Nem sempre o pacote maior é mais barato. E o preço em letras maiores, a atirar para o lado da promoção, por vezes também não é o mais baixo.»

In: http://www.agenciafinanceira.iol.pt/noticia.php?div_id=&id=989380&main_id=, em Agência Financeira, a 31 de Julho de 2009

O meu comentário:

Pois bem, este guia está bem resumido o que o tem sido feito para que os consumidores comprem nas grandes superfícies, no entanto, tenho visto alguns comentários de pessoas que denominam estas técnicas de marketing, pois é algo que não concordo. Isto é correctamente denominado de técnicas de vendas, no entanto, devemos saber que as técnicas de vendas são somente um instrumento de do Marketing.

A definição de Marketing, é a maneira de ir de encontro às necessidades, desejos e motivações dos clientes, portanto se temos descontos em produtos, se temos produtos que os clientes pretendem, se os clientes gostam de saborear um bom café enquanto fazem as compras, se gostam de beber um martini enquanto provam um facto, tudo isto são exemplos de marketing, ou seja, de satisfazer os clientes, de estes se sentirem bem, de confiarem na loja, e como tal, repetem a compra, a ideia do marketing, é mesmo a repetição da compra, devido à satisfação dos clientes.

Este guia, é um bom guia para fugir a comerciantes que usam métodos agressivos, como são as grandes superfícies, no entanto, uma coisa que se deve ter em conta é que, se o cliente se sentir defraudado e não ficar satisfeito, não vai repetir a compra, pelo menos daquele artigo, nem que para isso, tenha pagar por outro mais caro.

As pessoas ao deslocarem-se a uma grande superfície são convidadas a provar, a usar e a consumir de uma forma gratuita, ou seja, podem levar, se não ficarem totalmente satisfeitos podem sempre pedir a devolução do dinheiro que pagaram, mediante a devolução do produto, dento dos parâmetros estabelecidos. No entanto, são bombardeadas com todo tipo de promoções, sendo que algumas delas não são bem promoções, são simplesmente, uma mudança na maneira de se ver o produto, por exemplo, colocar em topo de gôndola, embora se saiba, que está nestes locais, nem sempre é a melhor opção, geralmente existe no respectivo corredor melhor negócio.

Na minha opinião, a questão da lista de compras é muito boa ideia, e de se fazer compras sozinho ou com o mínimo grupo possível, leva a conseguir trazer o que se pretende, no entanto, deve-se ter a noção do que se coloca no carrinho, deve-se por vezes até mesmo provar o artigo X ou o artigo Y, mas não necessariamente os trazer, a não ser que sejam indispensáveis, mas se o eram, deveriam estar na dita lista de compras.

Regra geral, o conselho que aqui deixo, é um bom senso nas deslocações às grandes superfícies e no que se coloca dentro do carrinho de compras.

Deixo a questão: Costuma descontrolar-se nas compras aquando a deslocação a grandes superfícies?

Tenho Dito

RT

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s