Internet e os Portugueses….Relação de Simpatia ou Antipatia…

A Internet e os Portugueses

A Internet e os Portugueses

Hoje trago uma notícia que não me surpreende em nada, talvez por já saber há muitos anos o que se passava da relação dos portugueses com a Internet, passo a transcrever a mesma e de seguida faço uma análise à mesma.

« Comissão Europeia: Portugueses são dos que menos usam Internet

Em Portugal, 54 por cento nunca utilizaram a Internet

Os portugueses estão entre os europeus que menos utilizam a Internet apesar de o país estar bem coberto e oferecer possibilidades de ligação acima da média europeia, revela um estudo da Comissão Europeia divulgado hoje em Bruxelas.

O relatório de 2009 da Comissão Europeia sobre a competitividade digital mostra que o sector digital europeu fez “fortes progressos” desde 2005, com 56 por cento dos europeus a utilizarem regularmente a Internet em 2008.

Em Portugal, apenas 38 por cento utilizam a Internet regularmente (pelo menos uma vez por semana), o que coloca o país em vigésimo segundo lugar entre os 27 Estados-membros.

Simultaneamente, apenas 29 por cento dos portugueses usam a Internet todos os dias, para uma média europeia de 43 por cento.

O relatório mostra que “Portugal é um dos países com a taxa mais baixa de utilizadores regulares e frequentes, e tem uma quota elevada de população que nunca utilizou a Internet” (54 por cento).

Segundo o estudo, 95 por cento da população portuguesa tem a possibilidade de utilizar uma ligação DSL (alta velocidade), um valor acima da média europeia (92,7), o que coloca o país na décima segunda posição entre os 27.

A Comissão Europeia também conclui que Portugal tem uma “posição relativamente forte” na sociedade da informação em termos de aplicações comerciais (e-business e e-commerce) e é um dos países que lidera em termos das possibilidades oferecidas à população para dialogar com a administração pública (e-government).

Entre as diversas faixas etárias, os jovens europeus entre os 16 e os 24 anos são os internautas mais activos: 73 por cento utilizam regularmente serviços para criarem e partilharem conteúdos em linha, o que representa o dobro da média (35 por cento).

O relatório mostra que aqueles jovens estão “relutantes em pagar pelo descarregamento ou pela consulta em linha de conteúdos como vídeos ou música” (33 por cento dizem que não estão dispostos a pagar seja o que for, o que representa o dobro da média).

Mas, na realidade, o número de jovens desta geração que já pagaram por este tipo de serviços é duas vezes superior ao da restante população (dez por cento de jovens utilizadores contra uma média de cinco por cento).

“A economia digital europeia dispõe de um formidável potencial para gerar receitas avultadas em todos os sectores, mas, para converter esta vantagem em crescimento sustentável e em novos empregos, os governos devem mostrar capacidade de liderança, adoptando políticas coordenadas que eliminem os obstáculos aos novos serviços”, declarou Viviane Reding, comissária europeia responsável pela sociedade da informação.»

In: http://www.ionline.pt/conteudo/16644-comissao-europeia-portugueses-sao-dos-que-menos-usam-internet, a 04 de Agosto de 2009, no Jornal I

A minha análise à Noticia:

Após a análise desta notícia podemos concluir que apesar de existirem condições para acesso às novas tecnologias, as pessoas não aderem, talvez por questões que podem ir desde o desconhecimento do manuseio de um computador, ou ao custo, alocado à utilização da Internet.

Vamos por partes, todos temos conhecimento que a nossa população, não têm muita apetência para as novas tecnologias, poucas são as pessoas acima dos 50 anos, que estão, à vontade na utilização de um computador, mesmo sem Internet, falo de coisas básicas, tais como digitar um texto, ou mesmo, ouvir um Cd de música, etc.

Existe também as pessoas nesta facha etária que vão mexendo um pouco, nem que seja, para jogar solitaire, aliás são este tipo de jogos, que suscitam a curiosidade dos mais velhos pela utilização do computador.

No entanto, muitas pessoas vão usando o computador e a internet, que pagam por mês para os filhos usarem, embora achem um desperdício de recursos a Internet, algo, que trocariam por a mensalidade da Televisão por Cabo, (mas mais a frente vou referir a questão da televisão), usam essencialmente para poupar em comunicações (ao ligar com recursos a Messenger para familiares que estão longe), usam para ler notícias, essencialmente os sites correspondentes aos títulos da imprensa escrita, e muito poucos para acesso ao home Banking (pois muitos, pensam que o dinheiro anda a navegar na internet, e como, é algo que não têm confiança, essencialmente por desconhecimento, não aderem a estes serviços dos bancos), usam para alguns e-mails (embora muito poucos, saibam como se usa um e mail, na sua máxima virtude; resumindo, os mais velhos usam os computadores e a Internet, essencialmente para poupar recursos financeiros, nunca de tempo, e usam sempre com muito receio, como se fosse algo do outro mundo.

Culturalmente, a televisão apareceu, e tomou um público, a maior parte dele oriundo das telefonias, embora ambos, ainda consigam viver lado a lado, a Internet, veio retirar a malta jovem de muitas horas em frente aos televisores, e passam horas agora a navegar, os mais velhos, incutidos essencialmente, pela malta nova, e por geralmente, tudo pela Internet ser mais barato, vão usando, embora desconfiados. Aliás muitas pessoas novas, sem grandes qualificações académicas, preferem a televisão, e a possuir televisão por Cabo em Casa, pois acham que a Internet, e desperdício de recursos, e pela sua qualificação académica, não sentem necessidade de evoluir, ficam congelados.

Apesar dos esforços feitos com os portáteis do programa e-escolas, muitos só aderiram ao computador, por ser barato, pagam a Internet que está enquadrada no contracto, até finalizar o período da fidelização e depois ficam com a máquina, e rescindem com o serviço de Internet.

Perante esta análise, podemos verificar que a notícia tem veracidade, isto porque, muito poucas pessoas de idades acima dos 40 anos se podem considerar Internet – dependentes, ou seja, pessoas que não conseguem estar, uma semana sem aceder umas horitas à Internet, ou que mesmo, elegem a Internet como principal canal de comunicação, em detrimento dos outros média, principalmente a grande concorrente directa que é a televisão.

A juventude, essa já se encontram muito poucos elementos, que conseguem viver sem aceder à Internet, pelo menos uma vez por semana, indistintamente do seu nível académico que possuam, ou estejam, ainda a frequentar. Usam a Internet para quase tudo, desde música, filmes, informação, compras, etc. O primeiro recurso da juventude dos dias de hoje, é mesmo o recurso à Internet, é preferível para estes o virtual na maioria dos casos, em detrimento do físico.

Para finalizar, penso que Portugal e o acesso à Internet, ser dos mais baixos da União Europeia, deve-se essencialmente à fraca qualificação das pessoas mais velhas, e ao seu baixo nível cultural, preferem formas onde as notícias são feitas e guiadas para eles, como acontece nas notícias, em jornais, televisão, rádio, em detrimento de poderem ver o que querem, quando pretendem; posso qualificar que são um pouco preguiçosos, pois não querem ter trabalho, ou mesmo, perder tempo, em trabalho de procurar e investigação, não vão à procura do conhecimento, preferem que o conhecimento venha ter com eles, e a horas fixas…Se compararmos não é pelo preço que a Internet não avança, pois existem pacotes, até mais baixos que os pacotes da Televisão por Cabo, é mais laxismo, pois o potencial da Internet é bem maior que a Televisão por Cabo, pena é que as pessoas não queiram se informar, ou pretendam congelar, no final da década de 90.

Deixo a Questão: Que pensa da relação da maior parte dos portugueses com a Internet?

Tenho Dito

RT

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s