Multado por Pedalar Para Poupar o Ambiente…Só Mesmo na Cidade do Porto..

Bicicletas Em Terrenos Urbanos

Bicicletas Em Terrenos Urbanos

Por ser Feriado, e convida a passeios de bicicleta mas tenham cuidado,senão vejamos. Hoje trago uma notícia caricata, pelo menos sob meu ponto de vista, parecendo que estamos a viver tempos do antigo regime em Portugal, passo a transcrever, e faço uma análise à mesma, e deixo aberto o comentário a todos:

« Desiste da bicicleta depois de multa

Um professor foi multado por andar de bicicleta num passeio do Porto. José Maria Sá está incrédulo. Diz que só tinha preocupações ambientais. Mas com isto desiste. Vai voltar a andar de carro e talvez comprar uma “Vespa”.

O caso deu-se no passado dia 17 de Julho, pelas 18.20 horas, mas José Maria apenas recebeu a multa no passado dia 4. O professor de Geografia da Escola Secundária Aurélia de Sousa, no Porto, regressava a casa de um passeio de bicicleta. No Largo de Campo Lindo subiu ao passeio, para evitar circular em sentido contrário na Rua Costa e Almeida, a dois minutos da sua residência. Andou poucos segundos na bicicleta até ser confrontado por um agente, que saía de uma viatura, estacionada entre a Casa da Cultura da Junta de Freguesia de Paranhos e a Esquadra da PSP.

“Parei para o agente passar. Reconheço que devia ter ignorado o comentário dele de que o passeio era para os peões. Mas fiquei incrédulo e disse-lhe isso mesmo. Ele insistiu e disse que podia ser multado”, relata, ao JN, garantindo: “Tenho sempre o máximo de cautela com os peões.

O professor argumentou que em vários países europeus fomenta-se o uso de bicicleta, por questões ambientais, e lamentou o facto de no Porto existirem poucas condições para o uso daquele veículo. “Problema seu”, terá respondido o agente, acrescentando: “Isso é lá fora. Aqui é Portugal”. José Maria acabou multado em 60 euros, segundo o nº 1 do artº 17º do Código da Estrada (ver caixa).

Foi em Novembro que o professor trocou o automóvel pela bicicleta, inspirado nas realidades que presenciou em vários países europeus e pelo filme de Al Gore “Uma Verdade Inconveniente”. “Comprei uma bicicleta de passeio, holandesa, com todas as condições, porque tem custos zero para o ambiente”, sublinha.

Mas agora está farto. São diários os casos de mau civismo. E já foi atropelado por um automóvel na Rua da Constituição. A multa foi a gota de água. “Estou cansado e a pensar desistir”, diz. José Maria tenciona voltar a usar, assim, o automóvel e talvez comprar uma vespa. “Sei que também é poluente. Mas eu tentei”, lamenta. »

In:http://jn.sapo.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Porto&Concelho=Porto&Option=Interior&content_id=1333327, em Jornal Notícias a 14 de Agosto de 2009

A minha análise:

Andamos todos a falar de poluição e de poder se poupar na carteira e no ambiente, e o código da estrada, não consagra este movimento.

Ontem entrou em vigor uma directiva feita ao código da estrada, onde quem tenha mais de 25 anos e possua carta de condução categoria B, pode conduzir motociclos até 125 cm3, de modo, a se incrementar o uso deste meio de transporte, que embora seja poluidor, o mesmo, não o é face aos automóveis, e beneficia essencialmente as zonas mais urbanas.

Pois bem, aplaude-se esta medida referida no parágrafo anterior, não se entende é que não seja, colocada uma directiva que equipare o uso de bicicletas ao trânsito de peões, em zonas, onde não existam ciclovias, quer por as autarquias não o fazerem, quer por tecnicamente não ser possível, senão vejamos, carrinhos de bebe também têm rodas e podem passar nos passeios, skates, e patins, a mesma situação, todos possuem rodas e ocupam espaço nos passeios. Neste caso, parece-me que o ciclista multado, tem cuidado com os restantes utentes dos passeios, e que subiu o passeio, de modo, a não interromper a circulação dos restantes veículos motorizados, e de forma, a evitar o acidente, ou colocar em risco os demais utentes, subiu o passeio, para o usar em escassos metros.

É lamentável, que o mesmo tenha sido multado, penso que se muitas pessoas andassem de bicicleta, de moto, o transito nas nossas cidades seria mais fluido, e menos nefasto para a saúde pública.

Eu pessoalmente tenho um motociclo de baixa cilindrada, no entanto, deixei de andar com ele, por sentir, que nos dias de hoje, existe muito desrespeito por este tipo de veículo, os automobilistas não usam simplesmente espelhos e desrespeitam completamente os utilizadores deste tipo de veículos.

Na bicicleta que sempre que posso ando, tento andar todos os dias, tento usar o mais possível ciclovias, e quando as mesmas não existem, sou obrigado a usar passeios, pois o desrespeito dos automobilistas, é ainda maior, pois consideram como sendo uma pessoa inferior por não andar de automóvel, pois bem, é pena que tal situação exista, e prevaleça. Outra questão, se no metro podemos levar bicicletas, qual será a parte, em que não se equipare a carinhos de bebe ou mesmo skates? Não se levam motociclos no metro…nem automóveis.

Para concluir, penso que se o ciclista seja cauteloso, nada tenho contra o uso dos passeios, pois os mesmos são partilhados por todos, se eu levar a bicicleta pela mão a acompanhar no passeio, já a posso usar, ou mesmo um motociclo pela mão, mas penso que não é possível andar a empurrar carros em passeios; ou seja, devemos nestes casos e como quase tudo na vida, usar a regra do bom senso, e pensar, que se forem muitos a usar a bicicleta, até pode ser que a mesma seja, usada nas estradas em detrimento dos passeios.

Pode ser que com as eleições à porta, os governantes e autarcas deste país, sejam sensíveis para este problema e fomentem nas zonas de cariz mais urbano, a utilização de veículos menos poluentes como são as bicicletas, ciclomotores e mesmo motociclos; e seja, feita alteração ao código da estrada de forma a precaver este tipo de situações de multas, que não têm nexo nenhum, pois parece que estamos a viver em tempos antes do 25 de Abril de 1974.

Deixo a questão: Que opinião tem da utilização de bicicletas em passeios, quando não existam ciclovias e o ciclista tenha uma condução cautelosa?

Tenho Dito

RT

Anúncios

2 pensamentos sobre “Multado por Pedalar Para Poupar o Ambiente…Só Mesmo na Cidade do Porto..

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s