Gaivotas Responsáveis Por Problema de Saúde Publica em Porto e Matosinhos…

Gaivotas

Gaivotas

Hoje trago uma notícia sobre um problema de saúde publica nas orlas costeiras da cidade de Matosinhos e Porto, passo a transcrever a noticia e seguida fazer o habitual comentário:

« Excrementos das gaivotas são perigosos

As gaivotas que frequentam a orla costeira do Porto e Matosinhos deixam excrementos portadores de bactérias multirresistentes aos antibióticos que podem contagiar seres humanos, revela um estudo liderado por investigadores da Universidade do Porto.

Os investigadores do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) alertam para “um eventual problema de saúde pública, uma vez que existe o perigo real de contágio humano”.

A equipa de investigadores do ICBAS liderada por Paulo Martins da Costa “obteve como resultado mais surpreendente a enorme quantidade e diversidade de estirpes ‘E. coli’ multirresistentes, relativamente às quais a maioria dos 20 antimicrobianos testados foram ineficazes”.

Paulo Martins da Costa explica que, das gaivotas que frequentam o litoral do Porto e Matosinhos, a população residente “é minoritária”, dado que a maioria migra sazonalmente, para procriar, para as costas atlânticas da Alemanha e Escandinávia.

“Não sabemos se é um problema que elas importam ou exportam”, afirmou, salientando que um estudo realizado no Ártico “fez história”, porque os investigadores “ficaram muito admirados” ao encontrar aves portadoras de bactérias multirresistentes aos antibióticos num ecossistema ainda pouco alterado pela acção humana.

O investigador referiu que o próprio ICBAS já encontrou, noutros estudos, aves de rapina com bactérias resistentes aos antibióticos, “mas não com níveis tão densos e tão preocupantes como os encontrados nas gaivotas”.

O contágio humano pode acontecer por contacto ambiental e posterior ingestão.»

In: http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1355410, em Jornal de Notícias, a 08 de Setembro de 2009

O meu comentário:

Perante esta situação, devemos ter em consideração, que estamos perante um fenómeno muito idêntico ao sucedido há alguns anos nas Berlengas, em que se teve que abater  alguns destes animais, por motivos mesmo de saúde pública.

O problema destes animais em Matosinhos e na cidade do Porto, é que estes animais, estão a reproduzir-se a taxas muito altas, e causam problemas, maioritariamente nas orlas costeiras da cidade de Matosinhos, sendo que os excrementos caem em qualquer local, sendo principalmente nas pessoas, casas e automóveis.

Em Leça da Palmeira, existe na escola secundária, é comuns os alunos serem bombardeados com estes excrementos, e mesmo os canos de caleiras, nas primeiras chuvas apresentam, altos índices de excrementos que são empurrados pelas águas das chuvas.

Se uma escola apresenta estes problemas, que diremos de casas particulares e automóveis.

Perante o problema de saúde publica acima mencionado, que penso que já seja um motivo aparente de necessidade para se tomar medidas, devemos ter em conta que, os prejuízos materiais pelas pessoas que populam essas áreas, ou então têm que se deslocar por motivos profissionais, e têm que estar sujeitas a estes problema de saúde pública, e ainda por cima terem prejuízos materiais devido aos mesmos.

Penso deveria ser controlado reprodução destes animais, para bem da sociedade em geral, penso que todos os animais têm direito a sua sobrevivência, mas penso que o planeta é grande e podemos viver todos neste espaço, e sem entrar na esfera de cada uma das espécies.

Deixo a Questão: Que Pensa dos inconvenientes causados por estes animais para a Saúde Publica?

Tenho Dito

RT

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s