Análise à Sondagem do Jornal de Notícias de 17 de Setembro de 2009

Hoje trago uma sondagem que foi publicada às 17H do dia 17 de Setembro de 2009, pelo Jornal de Notícias no seu site em www.jn.pt

Esta Sondagem visa a Intenção de Voto em eleições legislativas.

A Questão que foi colocada foi (passo a transcrever a mesma e a referida sondagem):

Se as eleições legislativas fossem hoje (para a Assembleia da Republica), em qual destes partidos votaria? (comparação com a sondagem realizada entre os dias 4 e 8 de Setembro)

Fonte: CESOP     Infografia JN

Fonte: CESOP Infografia JN

Ficha técnica

Esta sondagem foi realizada pelo Centro de Sondagens e Estudos de Opinião da Universidade Católica (CESOP) para a Antena 1, a RTP, o Jornal de Notícias e o Diário de Notícias entre os dias 11 e 14 de Setembro de 2009. O universo alvo é composto pelos indivíduos com 18 ou mais anos recenseados eleitoralmente e residentes em Portugal Continental. Foram seleccionadas aleatoriamente dezanove freguesias do país, tendo em conta a distribuição da população recenseada eleitoralmente por regiões NUT II (2001) e por freguesias com mais e menos de 3200 recenseados. A selecção aleatória das freguesias foi sistematicamente repetida até que os resultados eleitorais das eleições legislativas de
2002 e 2005 e europeias de 2009 nesse conjunto de freguesias, ponderado o número de inquéritos a realizar em cada uma, estivessem a menos de 1% dos resultados nacionais dos cinco maiores partidos.
Os domicílios em cada freguesia foram seleccionados por caminho aleatório e foi inquirido em cada domicílio o mais recente aniversariante recenseado eleitoralmente na freguesia. Foram obtidos 1305 inquéritos válidos, sendo que 54,5% dos inquiridos eram do sexo feminino, 39% da região Norte, 18% do Centro, 34% de Lisboa e Vale do Tejo, 5% do Alentejo e 4% do Algarve. Todos os resultados obtidos foram depois ponderados de acordo com a distribuição da população com 18 ou mais anos residente no Continente por sexo (2007) e escalões etários (2007), na base dos dados do INE, e por região e habitat na base dos dados do recenseamento eleitoral. A taxa de resposta foi de 64%.* A margem de erro máximo associado a uma amostra aleatória de 1305 inquiridos é de 2,7%, com um nível de confiança de 95%. »

In: http://jn.sapo.pt/eleicoes/legislativas2009/Interior.aspx?content_id=1364881, a 17 de Setembro de 2009, no Jornal de Notícias

O meu comentário:

Pela análise da referida sondagem, podemos verificar que o Partido Socialista, Bloco de Esquerda e o CDS-PP foram os únicos partidos em que houve incremento de votantes, tendo subido 1% cada um respectivamente, os restantes partidos, o PSD e a CDU, desceram 3% e 1% respectivamente.

O partido socialista, saiu reforçado nestas eleições além de subir 1%, o seu directo concorrente os sociais-democratas perderam 3% dos votantes, o que no total da ao partido socialista um incremento na realidade de 4%.

À Esquerda, também o Bloco de Esquerda sobre 1%, e totaliza neste momento, 12%, o que para um partido pequeno e em ascensão, não se pode dizer que seja muito mau, sendo que tem como principal adversário é o Partido Socialista, isto segundo o líder Francisco Louça. A perder, foi mesmo, a CDU, perdeu 1%, e fica empatada com o CDS-PP, partilhando o último lugar dos partidos com assento parlamentar.

Na direita, além do referido acima para o CDS-PP, o PSD é o principal derrotado, pois cedeu para o seu directo concorrente, 4%, o que em votos é muita coisa, é preciso que este partido tenha cuidado, pois se pretende formar governo, não convém deixar que o partido que persegue, ganhe uma vantagem mais lata.

O espelho desta sondagem não vem mudar muito, relativamente à do inicio do mês, dá aos socialistas uma vitória não muito confortável, pois não atinge a maioria absoluta, como tanto ansiava, e tem o PSD ainda no seu encalço e este promete não deixar fugir os socialistas.

O Bloco de Esquerda está reforçado, pois sobe 1%, o que faz com que se assuma como 3ª força política, o que num espaço reduzido de tempo, surgiu e viu a sua ascensão ser repentina, penso que nem o Francisco Louçã tinha em mente uma subida tão repentina.

A CDU e o CDS-PP, partilham como já enumerei o último lugar, o que é muito mau para a CDU, pois está a ceder pontos e não a consolidar o 4º lugar de força política, já o CDS tem alguns pontos que numa coligação com o PSD, podem fazer diferença para uma maioria absoluta.

Como enumerei, existem poucas alterações, e as sondagens servem somente para dar uma ideia, do que se está a passar, mas não passa de uma sondagem e tem o seu valor um pouco residual, pois por muitas sondagens e projecções se façam, só conta mesmo o real, que é o voto de todos os Portugueses, no próximo dia 27 de Setembro de 2009.

Da minha parte, deixo as maiores felicidades a todos os partidos que concorrem nestas eleições legislativas mesmo os que não têm assento parlamentar, e para que tenham uma óptima campanha e que os seus objectivos sejam atingidos.

Deixo a questão: Que pensa dos resultados desta Sondagem?

Votos de Bom Fim Semana

Tenho Dito

RT

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s