Cotações de Automóveis Usados na Internet…Para Maior Transparência…

Cotações On Line de Automóveis Usados...

O tema que vou abordar hoje, é mais uma vez no uso das novas tecnologias para que se crie mais transparência nas pessoas, neste caso, concretamente nos negócios de automóveis usados, e os preços dos mesmos, praticados pelos mais diversos vendedores deste país, passo a transcrever a notícia e de seguida faço o meu comentário:

« Carros usados vão ter bolsa de cotações online

Preços médios por marca, modelo, ano e quilometragem estarão disponíveis no Standvirtual.com

Desde que a crise começou, os carros usados com menor cilindrada e menos cavalos ficaram mais caros, enquanto os de maior potência desvalorizaram rapidamente. Motivo: os veículos mais modestos gastam menos e a procura disparou de tal forma que o preço subiu. Sabe quanto vale o seu carro usado se o quiser vender? Em breve poderá descobri-lo, na bolsa de cotações que o Standvirtual.com vai lançar na internet.

“Temos a maior base de dados de carros usados do país e podemos fazer pesquisa para sabermos valores históricos”, explica ao i o administrador do portal, Miguel Mascarenhas. A ideia de lançar uma bolsa de cotações surgiu para colmatar uma falha do mercado de usados, em que não é fácil saber ao certo quanto vale um carro em determinado momento. Há tantas variáveis que o proprietário pode facilmente errar no valor que pede, dificultando o sucesso do negócio: o ano de fabrico, a marca, a cilindrada, o número de quilómetros, o tipo de estofos, se já esteve envolvido em acidentes, os extras (como GPS ou computador de bordo), etc. A verdade é que, por exemplo, um Fiat novo pode ser mais caro que um Mercedes usado. “Num Aston Martin, dez mil quilómetros já é muito”, exemplifica o administrador.

“Vamos mostrar os valores médios da marca, modelo, ano, e quilometragem”, adianta Miguel Mascarenhas, sublinhando ainda que este era um pedido frequente por parte dos utilizadores do site. “A vantagem é que a amostra é real, não são valores extrapolados, e permite-nos guardar o histórico e perceber qual a variação em relação ao mês anterior”, completa o responsável. No lançamento, a bolsa de cotações será mensal para prevenir fraudes. “Podia-se dar o caso de alguém colocar dez carros a um valor muito alto, por exemplo”, frisa o mesmo responsável.

Além dos preços, também é possível fazer um retrato do mercado de usados através das estatísticas geradas no site. Uma breve pesquisa revela que a marca mais vendida é a Renault, mas a mais procurada é a BMW. Há quase uma centena de carros que custam entre 100 e 500 mil euros, entre os quais estão vários Ferraris e Lambourghinis. E a tendência é para ter melhores descontos que nos anúncios de jornal: os particulares acabam por baixar cerca de 3% e os stands reduzem 5%. Dos 62 mil anúncios actualmente disponíveis, metade são de particulares e a outra metade de stands. Nenhum anúncio fica no site por mais de quatro semanas, sendo que o tempo normal de concretização do negócio é de 90 dias. É por isso que este e outros portais do género não param de crescer: anunciar na internet é muito eficaz.

sem comissões O segredo para o sucesso do Standvirtual, que tem 70 mil utilizadores únicos todos os dias, é o facto de ser gratuito. A casa-mãe, FixeAds (que usa um peixe como símbolo fazendo o trocadilho com o calão), não cobra qualquer comissão pela colocação dos anúncios nem pelas transacções bem sucedidas. Vive exclusivamente da publicidade e dos anúncios em destaque, um modelo que já provou ser lucrativo. Tanto que a empresa fundada por três jovens com menos de trinta anos também é dona do Leiloes.net – líder do mercado, à frente do Miau.pt – e do Coisas.com, estreado há quatro meses.»

In: http://www.ionline.pt/conteudo/30183-carros-usados-vao-ter-bolsa-cotacoes-online, a 29 de Outubro de 2009, no Jornal I

O meu comentário:

De facto penso que é uma óptima ideia, termos um guião, onde podemos ter acesso ao preço de um determinado veículo, que queiramos vender o nosso carro, quer queiramos comprar um carro.

Conhecemos as típicas revistas da imprensa escrita, onde tem lá o preço médio dos automóveis, no entanto, penso que quer vender o seu veículo, não vai se conduzir por aí, até porque muito do calor que se pede por um veiculo que pretendemos vender, depende muitas vezes do valor que achamos que ele vale, o que não é por vezes o valor que efectivamente vale; a mesma linha de raciocínio, deve ser aplicada, quando queremos comprar, no entanto, tem um senão, é que quando somos compradores, queremos sempre o comprar, se possível abaixo do valor de mercado.

Muitos são os stands que existem por esse país fora, já foram mais, a crise limpou muitos, esperemos que tenham ido, os que estavam a minar o mercado, os denominados de vendedores da «banha da cobra», é pena, que penso que não os levou, ou seja, continuam a existir, vendedores que querem ter uma margem de lucro na venda de um automóvel fabulosa, e inflacionam os preços, depois não nos admiremos que vão descendo, como é o caso, da peça jornalística transcrita, onde diz que os stands em média descem 10%, pois bem, é como em tudo, quando queremos vender algo, temos que o saber vender bem, devemos sempre, pedir um preço ligeiramente acima, ao que pretendemos vender, de forma, a termos margem para irmos descendo, e façamos desta forma um bom negócio para nós, e pareça para o comprador, um bom negócio também para ele. Isto são técnicas, que quem não as usar, está simplesmente a perder dinheiro e tempo no mercado, cabe ao comprador tentar esmiuçar o mais possível, para o vendedor descer.

Pois bem, o que se passa nestes stands de estrada, a que também denomino muitos deles de stands de vão de escada, é que os mesmos, além de inflacionaram demasiado os preços dos automóveis, são muito inflexíveis na descida do preço, pois defendem-se essencialmente, que o veiculo está em perfeito estado de conservação, que era de uma senhora ou de um idoso, e ao fim de contas, vamos a ver e o carro está em muito mau estado, sendo que a maior parte destes stands, manda para o gualheiro a garantia obrigatória.

Esta publicação, anunciada na peça, vem tentar terminar com estes, «vendedores de banha da cobra», e dar mais transparência a um mercado, que sempre, teve muito «Chico-espertismo» â mistura, e como tal, muitas pessoas, ficavam de pé atrás quando se falava de compra de automóveis usados.

Penso que tudo que seja, em favor de uma maior transparência entre compradores e vendedores é benéfico, e em ambas os sentidos, pois, é bom para os vendedores, pois conseguem estabelecer redes de vendas duradouras e que são expansivas no longo prazo, e é bom para os clientes, que sentem confiança no vendedor, e mais tarde vão o tomar, não como vendedor, mas como um consultor ao ser serviço, nas suas necessidades, desejos e motivações.

Parabéns aos autores da ideia, penso que vamos ficar todos a ganhar com a mesma.

Deixo a Questão: Que pensa da publicação dos preços aconselhados para venda de automóveis usados na Internet?

Tenho Dito

RT

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s