Aproveite Estes Ultimos Dias do Ano…Para Ganhar Benefícios no IRS…

IRS Fonte: http://www.dn.pt

Hoje, e por ser o dia a seguir ao Natal, e como o final do ano, está cada vez mais próximo, trago umas sugestões onde pode aproveitar os benefícios para o IRS, aproveite, pois os mesmos, só terminam a 31 do corrente.

«IRS: o que ainda pode fazer para poupar

Consultas médicas, trocar da óculos, inscrever-se em cursos, comprar um computador… Tudo pode ajudar a manter uns milhares de euros no seu bolso

O ano está quase a chegar ao fim. Se ainda quer poupar mais alguma coisa no IRS, tem uma semana para reunir os papéis, ver o que pode deduzir e o que ainda pode fazer antes de 2010 para pagar menos.

Pegue na calculadora, concentre-se nas deduções e nos benefícios fiscais e deite mãos à obra. Pode poupar uns milhares de euros. Agora pode gastar mais, mas no Verão do ano que vem, quando receber o reembolso, acredite: vai saber-lhe bem.

Junte todas as facturas de despesas de educação, habitação e informática. Só nestas categorias pode poupar mais de 1.500 euros.

Educação: o ABC da poupança

Na educação, pode deduzir 30% do valor total, com limite máximo de 701,37 euros. Mas não se limite às facturas de livros, lápis e cadernos. Não se esqueça que as despesas com formação, suas ou dos seus filhos, também tem direito a apoio do Estado. Contabilize propinas, despesas com transportes entre casa e escola, alojamento (se o seu filho estuda longe de casa e teve de arrendar um quarto, por exemplo) e alimentação, como as refeições nos refeitórios escolares.

Se os seus filhos estão ainda nos primeiros anos de vida, as mensalidades das creches e, de actividades extra-curriculares (como a música, línguas, teatro, desporto, etc.), também contam, desde que os estabelecimentos de ensino em causa pertençam ao Sistema Nacional de Educação. Se tem três ou mais filhos, o limite a deduzir aumenta 131,51 euros por cada um.

Esta é uma das despesas em que ainda vai a tempo de poupar. Para obter a dedução máxima (os tais 701,37 euros), é necessário que as despesas totais ascendam a 2.337,89 euros. Se ainda não atingiu este limite e há algum material necessário, que pode comprar antes do ano acabar, faça-o. É uma forma de optimizar a dedução.

Casa e computador: amigos do seu bolso

A habitação é um dos itens que mais o pode ajudar a poupar. Pode deduzir 30% dos juros e amortizações até 586 euros. As despesas com juros e amortizações do crédito à habitação (o banco deve enviar-lhe uma carta até ao fim de Janeiro) podem ser uma boa ajuda, desde que a casa que comprou se destine a habitação própria permanente. Se, em vez de comprar, optou por arrendar, basta somar as mensalidades em todos os recibos do ano.

A tecnologia não ajuda só a facilitar o trabalho. Também facilita as contas. Pode deduzir até 50% dos gastos, até 250 euros. Se comprou um computador, impressora ou outro material (software ou hardware) e é estudante ou tem dependentes estudantes, pode deduzir essa despesa. O material tem de ter sido adquirido novo e a factura tem de mencionar que é para uso próprio. Para ter direito a esta «benesse», o seu agregado familiar só não pode ter a taxa de imposto máxima (42 por cento). Ainda vai a tempo de comprar o computador que o seu filho está sempre a pedir.

Poupança saudável

Mão se esqueça das despesas de saúde, que não têm limite de dedução, desde que tenham uma taxa de IVA a 5% ou estejam isentas. Do valor total, qualquer que ele seja, pode deduzir 30%. Depois, pode ainda somar outras despesas de saúde, com IVA à taxa normal (20%), desde que acompanhadas por receita médica. Aqui, pode deduzir 30% do valor, até 64 euros.

Este também é um bom exemplo das situações que ainda pode usar até ao fim do ano para poupar mais no IRS. Quanto mais gastar, mais pode deduzir. Se anda a adiar aquela ida ao dentista ou aqueles exames que já devia ter feito há muito tempo, aproveite agora.

Se recorreu a crédito para pagar despesas de saúde, os juros também podem ser apresentados para dedução. Se usa óculos ou lentes de contacto, as despesas do ano também contam. Se está a pensar trocar de óculos ou comprar lentes de contacto novas daqui a pouco tempo, antecipe a compra. Se a fizer antes do fim do ano, é mais despesa para deduzir. Não se esqueça que é necessária receita médica. »

In: http://www.agenciafinanceira.iol.pt/geral/despesas-de-saude-fisco-irs-deducoes-beneficios-fiscais-impostos/1111825-5238.html, a 22 de Dezembro de 2009, em Agência Financeira

Boas deduções

RT

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s