Curiosidades…Alguem Se Entende Quanto à Existência ou Não do Ponto G??? Veja Aqui a Resposta…

O Mito do Ponto G.... Fonte: http://3.bp.blogspot.com

De modo a começar bem a semana, trago hoje, algo que li durante o fim semana num diário da nossa praça, não vou tecer nenhum comentário, deixando simplesmente ao cuidado de cada um, e por se tratar de uma simples curiosidade.

« Ponto G abre guerra entre ingleses e franceses

Cientistas franceses contrariam tese britânica de que o Ponto G é um mito. Em França garantem que existe mesmo, mas que é preciso é saber…

A rivalidade entre França e Inglaterra dura há séculos e conheceu até uma guerra, de 116 anos, que ficou para a história como a “Guerra dos 100 anos”. Mas a divisão sobre o Ponto G, o suposto “interruptor” do prazer feminino, que britânicos consideram um mito e que franceses dizem ser realidade, lança a sombra negra da dúvida sobre a sexualidade humana.

Armados apenas de estudos científicos, ecografias e outros meios auxiliares de diagnóstico, cientistas ingleses e franceses digladiam-se com o Ponto G na mira. Intrigas palacianas, dissensões religiosas, crimes encomendados e guerrilha comercial não são nada comparado com a questão que agora separa os cientistas dos dois lados do Canal da Mancha.

“O estudo inglês ladrou para a árvore errada”, argumenta Sylvian Mimoun, ginecologista francês de renome. Ao falar no G-Day, o ponto de encontro entre especialistas da intimidade feminina, garantiu que o ensaio feito pelos aliados do Dia D está errado: existe mesmo um botão mágico no íntimo feminino que desperta orgasmos instantâneos.

“Não é uma questão de genética, é preciso é saber usá-lo”, garantiu Sylvian Mimoun, contrariando o estudo realizado pelo Kings College, no Reino Unido, que observou mais de 1800 mulheres britânicas, todas elas pares de gémeos, idênticos e não-idênticos.

“Este é, de longe, o maior estudo jamais feito e mostra, concludentemente, que a ideia do Ponto G é subjectiva”, disse Tim Spector, no início de Janeiro, na apresentação do ensaio britânico. “As mulheres podem dizer que o exercício e a dieta têm influência na existência do Ponto G, mas é virtualmente impossível concluir isso”, acrescentou o cientista inglês.

“Machismo cientifico”. Assim, curto e grosso, definiu Odile Buisson, especialista gaulês em questões do íntimo feminino, ao comentar o estudo do Kings College. O Ponto G “é uma realidade para pelo menos 56% das mulheres”. Uma versão que pode ser provada em ecografias, garante o ginecologista, autor do ensaio “Sonografia do Clitóris”.

As declarações de Andrea Burri, que trabalhou no estudo inglês, recortadas de 3 de Janeiro, não perderam actualidade. Quase um mês volvido, continuam a responder aos franceses. “É, de certo modo, irresponsável reclamar a existência de uma identidade que nunca foi provada e colocar pressão sobre as mulheres – e os homens”, disse a especialista do departamento de Pesquisa de Gémeos e Epidemologia Genética do Kings College.

O “Eldorado” do erotismo é uma demanda que muitos homens e mulheres perseguem. Eles, desejosos de descobrir o “interruptor” do prazer feminino; elas, ansiosas que eles o encontrem.

O estudo francês alega provar o que muitos homens e mulheres dizem ter descoberto de forma empírica. O estudo inglês garante que por muito empenho que haja na busca empírica do Ponto G, não há exames ou estudos científicos que corroborem a tese.

Se calhar, flores, jantar à luz de velas ou simplesmente prestar atenção ao que as mulheres dizem é quanto basta para ser mais fácil chegar ao Ponto G. Ou pelo menos para ter a possibilidade de, empiricamente, o procurar…»

In: http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1482256, a 30 de Janeiro de 2010, em Jornal de Notícias.

Boa Semana!

RT

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s