Agenda Cultural de Norte a Sul…Venha Conhecer os Detalhes…

Teatro Municipal da Guarda Fonte: http://www.ionline.pt

Hoje e por ser semana de férias para alguns, ou o primeiro dia de trabalho para outros, ou o segundo, consoante os casos, deixo aqui um guia que saiu num diário da nossa praça sobre espectáculos fora das cidades do Porto e de Lisboa, vou transcrever o artigo, no entanto, não vou comentar o mesmo, por se tratar de uma publi reportagem.

«Grandes espectáculos fora de Lisboa e do Porto

Do Norte a Sul, do Interior ao Litoral. Se gosta de cultura, eis sete salas para seguir com atenção

Esqueça as rivalidades norte-sul. Essas pertencem ao domínio do futebol – e todos sabemos que a bola pode ser muito quadrada quando se fala de cultura. Pelo menos, desta cultura que não aparece nos horários nobres das televisões, que não tem honras de abertura nos telejornais nem justifica uma conversa acesa de café. Ver teatro, assistir a um espectáculo de dança ou vibrar com um concerto não é exclusivo das grandes cidades. Pequenos auditórios, teatros municipais ou associações locais, em Portugal há cada vez mais espaços de ócio que vale a pena visitar. E com programação exclusiva. Se pensa que Tindersticks é uma marca de bâton de cieiro, o melhor é rever os manuais da cultura contemporânea. Ou então seguir a nossa sugestão: sete espaços, longe da confusão das grandes cidades, onde as palavras boa cultura assumem um significado global.

Teatro Municipal da Guarda
Está a 330 quilómetros de Lisboa e a 200 do Porto. Uma distância relativa para quem trabalha na programação cultural deste espaço no interior do país, e que não se resigna à ideia de provincianismo: há_concertos exclusivos, espectáculos que chegam directamente de Madrid e performances tão originais como a da Orquestra de Vegetais de Viena  – que junta vários músicos a aventurarem-se nos caminhos da world music apenas com instrumentos feitos de vegetais –, ou dos músicos que produzem sons com gelo e luz. Conhecido pela sua programação inovadora, este teatro é um bom exemplo de como o Interior não tem necessariamente que significar isolamento.
A não perder
: os franceses Old Blind Mole Orkestra, grupo que cruza as influências da Europa de Leste com a liberdade do swing e jazz.
Dia 20 de Maio
Web www.tmg.com.pt

Cabeleireiro e Espaço Cultural Pedro Remy
Quem entra pela primeira vez neste espaço bracarense é possível que se sinta perdido. De dia cortam-se cabelos, à noite ouve-se jazz ao vivo. Uma ideia original de um músico/cabeleireiro/programador cultural apaixonado por Charlie Parker e Chico Buarque. Chama-se Pedro Remy e é o anfitrião desta galeria situada no coração do centro histórico da cidade. É habitual por ali passarem alguns dos nomes mais sonantes do jazz português – como acontece no dia 24 de Abril, com o Quarteto Júlio Resende – e internacional. Fizeram-se obras de alargamento e agora o auditório comporta 80 lugares.
A não perder
: o Espaço Cultural de Pedro Remy prepara-se para receber o jazz experimental dos Digital Primitives, um duo que chega a Braga vindo directamente de Brooklyn, nos EUA.
Dia 14 de Maio
Web www.pedroremy.com

Espaço do Tempo
Situado em Montemor-o-Novo, o Espaço do Tempo tem vindo a impor-se cada vez mais no panorama cultural português. A isso muito se deve a direcção de Rui Horta e às residências artísticas em espaço rural que o ‘Tempo” proporciona.  O Convento da Saudação é escolha frequente de companhias e artistas estrangeiros para criar espectáculos, longe do bulício urbano. Além da residência, o Espaço do Tempo tem ainda uma black box  com todas as condições técnicas para criação e apresentação de produções nas áreas da dança, teatro, multimédia, artes plásticas e performativas.
A não perder
: “The Parallax View”, um espectáculo da companhia alemã Concoondance.
Dia 1 a 14 de Abril
Web www.oespacodotempo.pt

Teatro Municipal de Faro
Com uma forte aposta nos concertos de orquestra, o Teatro Municipal de Faro foi o primeiro grande espaço de referência a ser inaugurado a sul de Lisboa (actualmente existe também o Teatro Municipal de Portimão). Tem uma programação vocacionada para os valores emergentes da música portuguesa e estrangeira, e prepara–se para apresentar brevemente um ciclo intitulado “Os Novos Românticos” – com concertos de BFachada, Samuel Úria e João Coração, entre outros.
A não perder
: A dança é outra das áreas privilegiadas do Teatro, que vai receber o espectáculo “In Pieces”, uma combinação de movimento, dança, texto e discurso improvisado. Em palco estará Fumiyo Ikeda, numa performance entre o cómico, intrigante e o emocional.
Dia 15 de Abril
Web www.teatromunicipaldefaro.pt

Sociedade Harmonia Eborense
Fundada no final da primeira metade do século XIX, a Sociedade Harmonia Eborense é das associações culturais mais antigas e dinâmicas do Alentejo. Durante anos, o espaço foi predominantemente masculino e local de discussão política, acabando por assumir, mais recentemente, particular importância na vida cultural da cidade de Évora. Hoje, é um lugar onde se cruzam artistas e tendências, muito vocacionada para a música, teatro , cinema e formação artística.
A não perder
: Às quintas-feiras, as Noites do Pezinho Maroto, em que qualquer um pode ser DJ.
Dia Todas as quintas
Web http://soc-harmonia.blogspot.com

Centro Cultural Vila Flor
Instalado num edifício do século XVIII,  no centro histórico de Guimarães, o Centro Cultural Vila Flor foi inaugurado em Setembro de 2005. E cinco anos bastaram para que se tornasse num projecto de referência cultural. Os dois auditórios e um café-concerto são habitualmente palco de espectáculos exclusivos nas áreas da música, teatro e cinema.
A não perder
: o escocês Alasdir Roberts. Recentemente capa da revista “Wired”, o cantor e compositor é dos mais destacados do country e folk internacionais. Em Guimarães, apresentará “Spoils”, o último disco de originais, editado em 2009.
Dia 16 Abril
Web www.ccvf.pt

Casa das Artes de Famalicão
Filmes-concerto, teatro e performance e o Famafest, um ciclo de cinema anualmente dedicado ao tema “Cinema e Literatura”, são algumas das sugestões mais fortes do espaço, mas a principal aposta, e que torna a casa afamada, é a música.
A não perder: Gary Numan, o compositor britânico considerado um dos precursores da música electrónica – e fundador dos Tubeway Army –, vem a Portugal para um concerto exclusivo na Casa das Artes.
Dia 28 Maio
Web casadasartes.blogspot.com»

In: http://www.ionline.pt/conteudo/53870-grandes-espectaculos-fora-lisboa-e-do-porto, a 5 de Abril de 2010, em Jornal I

Bons Espectáculos

RT

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: