Reabertura da Clássica Livraria Buchholz em Lisboa…Conheça Aqui os Detalhes

Livraria Buchholz Renasce em Lisboa.... Fonte: http://www.ionline.pt

Hoje não era para trazer isto, mas como penso que cabe a cada um de nós apoiarmos a cultura, passo a transcrever uma reportagem que saiu num diário da nossa praça no dia de ontem, e que se refere à abertura, ou seja, neste caso mais à reabertura de um livraria carismática da cidade de Lisboa. Vou somente transcrever a publi-reportagem em questão.

«A Buchholz afinal tem sete vidas. Vai agora para a quarta

Depois de uma liquidação total, em Dezembro, a livraria Buchholz está de volta e reabre hoje

Os sofás confortáveis espalhados pela livraria Buchholz não são os mesmos onde se sentavam Sá Carneiro, José Cardoso Pires, Al Berto, Mário Soares, António Lobo Antunes ou Vasco Graça Moura. São novos, assim como a nova vida da livraria lisboeta, na Rua Duque de Palmela, nº4. As empregadas também já não têm uma herança genética estrangeira. A conhecida Katharina Braun, considerada por alguns como “antipatiquíssima” ou “a nazi da Buchholz”, filha de livreiros que Karl Buchholz trouxe para Lisboa, há muito que se reformou e só vai continuar na memória da comunidade de fãs fiéis. José da Ponte, Director da Rede Livreira da Coimbra Editora, explica que não há nenhuma relação com a família originária que chegou a Portugal em 1943.

A quarta vida da Buchholz, de 65 anos, começa hoje às 18 horas, com o concerto da cantora Maria Viana, com Júlio Resende no piano, e com descontos de 10% em todos os livros. Quarta, porque começou em 1943 na Avenida da Liberdade, em 1965 passou para Rua Duque de Palmela e em 2008 ganhou uma irmã gémea no Chiado.

Agora reabre filha única – depois de ter sido declarada insolvente por sentença judicial a 22 de Janeiro de 2009 e ter fechado portas a 23 de Abril – por iniciativa da Coimbra Editora Livrarias (CE Livrarias) e do grupo editorial Leya, empresas que firmaram recentemente uma parceria de negócio. “A Buchholz é um marco na cultura lisboeta pelo que obviamente interessava à CE Livrarias adquiri-la para dar continuidade à vida deste espaço que foi uma referência durante 65 anos”, explica por e-mail José da Ponte.

Os responsáveis garantem que a aposta na oferta de livros estrangeiros vai manter-se e que a Buchholz vai continuar a ser um motor cultural. A julgar pela lista de eventos vai ser fácil cumprir a promessa. Com uma média de mais de três lançamentos e debates por semana, Buchholz quer recuperar o lugar que ocupou durante décadas na capital. Manuel Alegre, Inês Pedrosa e Teresa Ricou são alguns dos nomes que vão estar na livraria nos próximos dias.

Herança A livraria de Karl Buchholz manteve o nome de família. O alemão que nasceu em Götingen, na Alemanha, em 1901, foi um dos pais da globalização das livrarias. Aos 24 anos, com pouco dinheiro e muita determinação, abriu uma pequena livraria em Berlim, que seria a primeira de 12 espalhadas pela Europa e Américas. Em 1940, Buchholz dá o primeiro passo para a globalização com uma loja em Bucareste. Mas em 1943, quando Berlim está sob bombardeamento da II Guerra Mundial, Buchholz percebe que tem de fugir. Escolhe Portugal e com a ajuda do amigo Lehrfeld, que já vivia em Lisboa, inaugura a Livraria Buchholz na Avenida da Liberdade.

Num país cinzento como Portugal, foi uma novidade. Nos tempos em que Amazon nem era sonhada, ali se encontravam os melhores livros estrangeiros. Mas a estada deste alemão em Lisboa foi curta. Nos anos 50 muda-se para a Colômbia, onde abre outra livraria. Sempre com a mesma imagem de marca, ao estilo das livrarias alemãs. Recantos com sofás, que convidam à leitura, madeira nas escadas, chão e nas estantes para tornar o espaço acolhedor e agradável. O desenho ainda é o mesmo que podemos ver hoje. Agora é esperar para ver como esta nova casa se comporta em Lisboa.»

In: http://www.ionline.pt/conteudo/54393-a-buchholz-afinal-tem-sete-vidas-vai-agora-quarta, a 08 de Abril de 2010, em Jornal I

Boas Leituras

RT

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: