Fotografias Para Se Poder Ver e Admirar Este Fim Semana…Conheça os Detalhes da Exposição Aqui…

Exposição de Fotografia em Lisboa... Fonte: http://www.ionline.pt

Hoje e por ser inicio do fim-de-semana, trago uma sugestão, de visitar uma exposição de fotografias, passo a transcrever a referida publi-reportagem, deixando a sugestão.

«World Press Photo. Com hippies e mulheres no telhado, faz-se luz nas melhores fotos do ano

A exposição das fotos vencedoras do concurso inaugura hoje no Museu da Electricidade

Uma boa fotografia não tem de ser entendida à primeira. É, pelo menos, o que prova a foto vencedora do World Press Photo 2009. Uma foto de mulheres no telhado pode ser apenas isso? Podia, mas esta não é. A imagem que mostra mulheres, terraços e telhados de prédios e luzes nas janelas esconde quase tudo. Quem a escolheu diz que o fez exactamente por ter essa força – de desafiar a nossa imaginação a contar o resto. E pelo seu carácter “quase poético”. “A fotografia mostra o começo de algo, o começo de uma grande história. Acrescenta perspectivas às notícias. Toca-te visual e emocionalmente”, justificou a presidente do júri, Ayperi Karabuda Eser.

Sem se olhar para a legenda é difícil chegar lá. A eleita fotografia do ano não é óbvia, não mostra sangue, nem sobreviventes, nem guerra. Pelo menos de forma transparente. Parece uma foto pacífica, longe de conflitos. E é afinal o primeiro dia do outro lado dos protestos sangrentos em Teerão.

A 24 de Junho, após as eleições presidenciais no Irão, que deram a vitória a Ahmadinejad, os protestos subiram aos telhados. Depois das violentas manifestações de rua, à noite a revolta cantava–se nos terraços e nas janelas. Os gritos daquelas mulheres de Teerão pareciam um eco dos protestos nocturnos ouvidos durante a revolução islâmica de 1979, que conduziu à queda do xá.

O italiano Pietro Masturzo fugiu do centro dos conflitos no Irão e, atraído pelas vozes daquelas mulheres, captou a imagem vencedora a partir do quarto do hotel. Isto depois de ser preso, quando fotografava os protestos e os confrontos com a polícia nas ruas.

Pela primeira vez, o mais prestigiado concurso mundial de fotografia de imprensa ultrapassou a barreira das 100 mil fotografias candidatas. Foram premiados 63 fotógrafos de 23 nacionalidades. E nem todas as fotografias têm a carga dramática dos terraços de Teerão, de um soldado que perdeu 40% do cérebro ou do retrato tristíssimo de um rapaz anoréctico que chegou aos 30 quilos para conquistar a miúda por quem se tinha apaixonado. Há fotos de festas hippies, de piqueniques em Maputo e até uma foto de guerra para a qual se deve olhar bem para descobrir o pormenor que consegue arrancar gargalhadas. O americano David Guttenfelder conseguiu captar o momento em que um soldado saiu do abrigo para ajudar os camaradas, sem ter tempo de vestir nada por cima dos boxers cor-de-rosa a dizer “I Love NY”.

Numa entrevista recente ao i, Daphné Anglès, secretária do World Press Photo que foi júri do prémio de fotojornalismo Estação Imagem/Mora, dizia que a melhor fotografia “é aquela que fica na cabeça das pessoas”. Experimente ver quantas destas consegue guardar.

Museu da Electricidade, Av. Brasilia, Belém, até dia 23. De domingo a sexta das 10 às 18h e sábado das 10 às 20h. Entrada livre.»

In: http://www.ionline.pt/conteudo/58710-world-press-photo-com-hippies-e-mulheres-no-telhado-faz-se-luz-nas-melhores-fotos-do-ano, a 07 de Maio de 2010, em Jornal I

Bons Passeios!

RT

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s