Governo Acusa Jovens de Só Ocuparem Metade Das Vagas Dos Estágios PEPAC… Veja Aqui os Detalhes

Estágios PEPAC Fonte: http://www.teia-clds.com

Hoje trago algo que saiu na imprensa no dia de ontem, referente aos estágios PEPAC, e onde, indica que parte do ónus de não cobertura de todas as vagas, deve-se somente à culpa dos jovens, bem mas vou transcrever a referida peça e depois vou tecer um breve comentário.

« Apenas metade dos estágios da Função Pública foram ocupados

Apenas cerca de 2.700 jovens licenciados até aos 35 anos aceitaram até agora vagas para os estágios na Função Pública, um número que surpreendeu o Governo, uma vez que fica aquém dos 5.000 lugares disponíveis.

A lista final dos jovens selecionados devia ter sido publicada na quarta feira, mas o Governo decidiu prorrogar por uma semana o período para os candidatos aceitarem os convites de estágio, dando uma última oportunidade aos candidatos para preencher os lugares disponíveis.

Em declarações à Lusa, o secretário de Estado da Administração Pública, Gonçalo Castilho dos Santos, admitiu que o número fica “aquém” das expetativas para o programa, fruto do próprio funcionamento do sistema, mas disse acreditar que nos próximos dias haverá ainda “várias centenas” de jovens a aceitar os convites endereçados.

Depois das várias notícias vindas a público durante os processos de selecção, um grupo de jovens criou um blogue e uma página no Facebook entitulada PEPAC – Porque Estágios Parecem Algo Complicado. “Independentemente de quaisquer filiações ideológicas ou partidárias, de quaisquer crenças ou religiões, ou da idade, o que está em causa é a necessidade de alertar para uma profunda injustiça e para a gritante incompetência dos decisores políticos e da burocracia estatal, mais até do que no que diz respeito a este tão propagandeado PEPAC”, alerta Samuel de Paiva Pires, fundador do movimento. »

In: http://www.ionline.pt/conteudo/61881-apenas-metade-dos-estagios-da-funcao-publica-foram-ocupados-, a 27 de Maio de 2010, em Jornal I

O Meu Comentário:

Perante esta notícia, tudo aponta, ainda que de forma errada, que a culpa sejam dos jovens, o que mentira, pois desde o inicio, o sistema tem sido bastante tendencioso, pois não se compreendem como é que jovens deturpam as regras, e dão informações falsas na inscrição, no entanto, as mesmas não são comprovadas, nem sequer os candidatos são entrevistados, de modo, a se poder obter o candidato mais adequado a função.

Destaque-se que o estado, parte do pressuposto que as pessoas são todas iguais, e se distinguem simplesmente pela formação, experiencia profissional, e outros aspectos, que no caso, dos inscritos nos estágios, dá origem a um número, simplesmente oriundo de uma formula matemática. Este sistema, sempre foi usado nos concursos públicos sérios, o que são muito raros, mas em nenhum se coloca a questão de entrevista, geralmente, entra para o Estado, os amigos, ou os familiares, ou seja, as cunhas…

No caso do PEPAC, parece que cheira a «cunhas», embora se possa considerar um sistema de cunhas mais arrojado, pois envolve informática, e que simplesmente daria uma formula, com um valor máximo, sendo que pode muito bem ter sido «comunicado», a quem interessa, a maneira de se ter a classificação máxima, e indicando aos mesmos, que não é necessário apresentar CV, nem sequer são submetidos a qualquer tipo de teste ou mesmo entrevista. Mais escandaloso é que já nem se consegue aceder às classificações dos candidatos, quando no inicio, era possível essa mesma situação, o que é esquisito, e que pode mesmo corroborar esta mesma tese.

É obvio que não passa de uma tese, não de uma acusação, é a minha opinião sobre os estágios PEPAC, e como sou livre de a dar, partilho a mesma com os leitores deste blogue.

Vou deixar também o link correcto, sobre o blogue que vem na peça jornalística, pois o que está na peça, não dá acesso ao blogue.

O Blogue correcto é:  http://porqueosestagiosparecemalgocomplicado.blogs.sapo.pt/

Agradeço que comentem, e partilhem a vossa opinião aqui no blogue.

Tenho Dito!

RT

Anúncios

10 pensamentos sobre “Governo Acusa Jovens de Só Ocuparem Metade Das Vagas Dos Estágios PEPAC… Veja Aqui os Detalhes

  1. Sinceramente, acho que mais valia acabar com esta fantochada de uma vez por todas… As pessoas agora começam a pronunciar-se, mas não me parece que isso vá valer de alguma coisa, infelizmente.

    Cumprimentos.

    • Olá Daniela Posse

      Desde já agradeço a sua participação no Blogue

      Concordo que vai ser como tudo que envolve a juventude, vai ser falado, mas vai ser esquecido.
      Era uma medida com muito potencial, mas que foi mais uma vez denegrida e deturpada por políticos deste país, e ninguém consegue fazer nada, para dar a volta a situação.

      Enfim…

      Sem mais agradeço

      RT

  2. Eu não concordo nada com o que se anda a dizer só se diz mal de tudo e de todos e é certo que muita coisa está mal feita. Mas a verdade é que eu fui uma das seleccionadas e não tenho cunhas nem amigos. A questão de nem todas as vagas serem preenchidas fica a dúvida se não será a falta de vontade de deixar a comodidade e fazer alguns sacrifícios.

    • Olá Sara

      Desde já agradeço a sua participação no Blog.

      Fica aqui a outra parte da barricada, ou seja, uma das pessoas que foi seleccionada nos estágios PEPAL…

      Está aberta a discussão, passo a enumerar que publicarei todos os comentários que possam advir, e que sejam construtivos para esta mesma situação. Ressalvo, que comentários de índole de má educação, ou situações obscenas não serão publicados.

      Esta semana questionei, mas ainda não obtive resposta, a qual vou deixar de novo a questão, para que se alguém souber responder, agradeço o faça.

      Após nos inscrevermos, e ficarmos colocados numa posição, como é que nos candidatamos a determinados estágio? É que gostava de ficar com um dos ditos vazios, vazios estes que não encontro..

      Muito Obrigado.

      Sem mais Agradeço

      RT

  3. Caros jovens,
    Antes de mais, quero deixar o meu voto de solidariedade e partilhar convosco este sentimento comum de indignação, injustiça, falsidade e muitos outros. Tenho acompanhado o processo. Sou funcionário público, mas quero aqui dizer-vos que não entrei com cunha. Sou daqueles que carregam às costas a responsabilidade, que governos incompetentes passaram para a opinião pública, de serem os culpados do péssimo estado do nosso país! Mas voltando ao PEPAC…Não me parece que haja aqui “cunhas” (ou se as há são pouca expressão terão),o que há mais uma vez é falta de humidade, falta de sentido de justiça, teimosia estúpida e “show business” politico à vossa custa! Ah pois é!… A par de alguns cortes nos orçamentos dos serviços da AP, motivados pela “súbita” crise que se abateu há dias no país, que nem um terramoto (sim um terramoto que é igualmente imprevisível! ) o governo está com muita pressa para mostrar serviço. Tanta é a pressa que resultou na trapalhada que viram. Ora o processo é mesmo esse: um candidato poder não aceitar um estágio e aguardar um em que tenha mais interesse! Mas isso tem custos…de tempo e esse vai sendo escasso para os nossos governantes. Esperavam a verdade da parte deles?…Depois de nos habituarem a tanta mentira porque iriam agora falar verdade? Quanto à poupança de tostões…não me convence! Se andamos (os que pagamos impostos) a ser esfolados para irmos de TGV do Poceirão a Badajós acham que se iriam ralar com uns tostões? Olha que vos fala quem os conhece por dentro e se eu e outros como eu pudéssemos falar abertamente muita trapalhada como esta vinha a público! Mas temos um posto de trabalho a manter e já nos habituámos a rapidamente quem denuncia passar rapidamente a culpado! É a célebre asfixia democrática é como as bruxas: “nunca a vi …mas lá que as há…há”
    Para concluir: dizem os políticos deste país que temos poucos licenciados, mas aos que investem na educação tratam-os como a vós os trataram!
    Assina “ Funcionário Público – uma espécie a abater”

    • Olá FP – uma especie a abater

      Desde já agradeço a participação no Blog.

      Fico muito grato pela sua opinião, e por apesar de ser FP, parece ser uma pessoa com bastantes valores e princípios, o que ao contrario do nosso governo, tem défice do mesmo.

      Sem mais agradeço

      RT

  4. Eu fui um dos colocados para estagiar e foi sem cunha, mas atenção que me candidatei a todos os distritos e qdo recebi a minha 2º notificação com varias entidades para responder ate dia 21 e por mt que tenha hesitado para aceitar por não ter recebido nenhum para próximo e de provavelmente no dia 24 e 25 receber alguma nova notificação c estagios eventualmente mais proximos, decidi não arriscar e aceitei logo no dia 21 uma vez que como percebi que o processo estava parado por vezes e não tinhamos feedback nenhum nada me garantia que fosse receber notificações no dia 24 ou 25 (segunda e terça feira). O que acho que se passou foi que muitos candidatos razoavelmente bem classificados foram esperando sempre pela proxima notificação para receber propostas mais do seu agrado e isso fez atrasar o processo, mas isso não dá o direito de pôr as culpas aos candidatos, pois não havia limites de recusa de notificações, acho que deveria ter havido alguma regra aqui e se era para depois reduzirem as vagas no caso de não estarem preenchidas até ao dia 25 entao deviam ter avisado os candidatos pelo menos durante o processo e SO ISSO JA IA FAZER COM QUE MUITA GENTE NÃO ARRISCASSE ESPERAR PELA PROXIMA NOTIFICAÇÃO. Eu não sou bruxo, mas sinceramente respondi no dia 21 pq imaginei que segunda e terça feira, 24 e 25 podia n receber notificações e dps eles acabassem o processo, Não acabaram o concurso mas reduziram as vagas 40%, logo acho que fiz bem não esperar pelas vagas do Porto, Braga ou Aveiro e vou para Lisboa. É longe para mim, mas é melhor q nada.
    Mas não pensem que a falta de informação fica por aqui, tenho que comprovar os requisitos por email como diz no site do Pepac, no entanto não faço a minima para qual email devo enviar os meus documentos uma vez que a entidade que fiquei colocado tem mts emails mas nenhum me parece adequado para isto. O processo é de dia 4 a 18 junho, hoje é dia 7 e ainda n me disseram nada, se vou receber um email a dizer para onde devo enviar… nada.

    • Olá André

      Desde já agradeço a sua participação no Blog.

      O seu comentário é pertinente, no entanto, no meu caso, não fui notificado de nada, nem para uma, quando pessoas eram notificados para várias, penso que parte da injustiça advém daí.

      Muitos tiveram opção de escolha, e muito como eu, só queriam um qualquer…percebe a revolta…

      No entanto, dou-lhe os Parabéns e que tenha os maiores sucessos profissionais.

      Sem mais agradeço

      RT

  5. Venho expressar a minha profunda revolta com esta historia de os candidatos aos estagios da PEPAC nao terem respondido as notificações, eu no meu caso candidatei-me e quando fui ver o meu posicionamento para um possivel estagio fiquei logo sem esperaças pois os lugares variavam entre os 400 e os 600, logo nunca poderia ter nenhuma notificação com estes lugares e eu apena queria uma para poder começar em algum sitio.Agora digam-me qual foi o criterio de seleção bem como de candidatura se todos os licenciados com menos de 35 anos se podiam candidatar e quando ter uma pos-graduação ou um mestrado ou ate mesmo a experiencia profissional fosse no que fosse contava mais em comparação com os que nao tinham?? Sinceramente nao estavamos em pé de igualdade de circunstancias e eu ja sou licenciada a quase 2 anos e trabalho que é bom ainda nao consegui nada. Isto do PEPAC foi apenas como o ditado diz “para ingles ver”.

    • Olá Patrícia Gadanha

      Desde já agradeço a sua participação no Blog.

      No que concerne a sua opinião transcrita na participação deste blog, penso que a mesma é bastante pertinente, e espelha a realidade de pelo menos 95% dos candidatos.
      Falo por mim, tive posições idênticas às por si enumeradas, e como tal, achei uma tremenda injustiça, pois não foram explicados ou mesmo publicados os critérios de selecção, logo, não existe igualdade de direitos para todos os candidatos.

      Penso mesmo, que como é possível sobrar «vagas», se existiam candidatos em fila de espera para serem notificados… tá mal explicado.

      No entanto, considero mesmo, que os estágios e os critérios de selecção das pessoas, viola o principio da igualdade e transparência, valores muito presentes na nossa Constituição da República Portuguesa… Logo, podemos penso eu, considerar que o concurso é de cariz anti-constitucional…

      Sem mais agradeço

      RT

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s