Locais Onde Nos Podemos Bronzear nas Cidades do Porto e Lisboa… Conheça 10 Locais Para o Efeito…

Parque Eduardo VII... Fonte: http://www.ionline.pt

Em tempo de Praia, e de férias, para quem não se pode dar ao luxo de tirar férias, ou mesmo, para quem não as tenha, ficam aqui algumas sugestões que li num diário da nossa praça no dia de ontem, sobre locais onde se pode apanhar sol na cidade do Porto de Lisboa. Vou transcrever a referida reportagem.

« Dez sítios para se bronzear à hora de almoço

Só tem férias em Setembro? Não se dá bem com as multidões que invadem as praias ao fim- -de-semana? Estas páginas são para si: em Lisboa e no Porto, aproveite a hora de almoço e trabalhe para o bronze

Jardim de Belém
Avenida Brasília, Lisboa

Até pode ser previsível, mas apostamos que não tinha olhado para este jardim como mais do que um parque infantil gigante. Aqui até pode levar uma toalha e deitar-se ao sol durante uma hora. Perca a vergonha e dispa a camisa/top/blusa/t-shirt (com biquíni vestido, no caso delas, claro). Ninguém vai achar estranho. Está calor e toda a gente sabe que jardins com relva são quase praias. E o melhor é que pode escolher onde se instalar: junto à Torre de Belém, ou ao lado do CCB (em frente aos pastéis de Belém).

Miradouro do Monte da Agulha
Penha de França, lisboa

Em plena Penha de França há uma espécie de oásis escondido. Sente-se na esplanada (não se dispa), de frente para o sol e vai ver que o tom pálido que ostenta desde Novembro desaparece num instante. Uma dica para as mulheres: vista um top sem alças para não ficar com marca. Para eles, aconselhamos uma t-shirt de alças que – e atente bem – só serve mesmo para apanhar sol e evitar o bronzeado à camionista. Aproveite e coma uma tosta de presunto com queijo de cabra e tomate.

Parque Eduardo VII
Parque Eduardo VII, Lisboa

Cá em cima, junto à obra do Cargaleiro (sim, o falo em pedra), o sol bate impiedoso. Sente-se ou deite-se no muro e absorva toda a vitamina D que a sua hora de almoço lhe permitir. Com sorte, pode aparecer em todas as fotografias de férias de turistas felizes que por ali passeiam, em jeito de emplastro. Se quiser também pode deitar-se na relva, é tudo uma questão de gosto. Evite os óculos escuros para não ficar com dois círculos brancos em volta dos olhos. Não é bonito.

Jardim do Morro
Avenida da República, Vila Nova de Gaia

Sobranceiro ao Porto, o Jardim do Morro tem vários espaços ajardinados que são sempre uma boa opção para um bronze citadino. Pode muito bem levar a toalha e estender-se ao comprido para uma boa tarde de sol. Outra hipótese para desfrutar do sol é o miradouro panorâmico, com vista sobre o centro histórico da Invicta. E a paz à volta está garantida: desde que o metro começou a cruzar a avenida, as ruas circundantes ao Jardim do Morro ficaram praticamente sem trânsito automóvel.

Junto ao rio
Rua da Cintura do Porto de Lisboa

Ao pé do Tejo está sempre sol. Claro que não queremos que se vá estender junto dos pescadores de água doce que competem à beira rio. Uma esplanada pode ser a solução. Os Meninos do Rio têm umas cadeiras baixinhas perfeitas para apanhar sol. É conveniente que chegue ao meio dia, para ter lugar para se sentar (virado para a água). E pode estar descansado que nem precisará de gastar dinheiro: o serviço é tão fraquinho que pode passar uma boa meia hora sem que os empregados reparem em si.

Aliados
Avenida dos Aliados, Porto

Pode parecer estranho, mas em dia de sol, a Avenida dos Aliados é uma boa opção para quem deseja trabalhar para o bronze no centro da cidade.  Deitar-se no chão é capaz de ser mais complicado, uma vez que o granito não é das superfícies mais agradáveis, mas as inúmeras cadeiras que povoam o espaço, em especial junto ao espelho de água de Siza Vieira e Eduardo Souto Moura, garantem uma tranquilidade pouco comum no centro da cidade. E sol, muito sol, que árvores é coisa que ainda não há por ali.

Jardim do Torel
Rua do Telhal, Lisboa

Se há coisa que o Torel tem, é sol. Pode estender-se na parte de cima, na relva, ou ir até à esplanada situada na parte de baixo. Se for rebelde, estenda-se no chão, onde puder e der menos nas vistas. É melhor levar tampões para os ouvidos porque no piso inferior à esplanada há uma escola primária e já se sabe que as crianças gostam de gritar nos intervalos. Leve o seu próprio almoço se quiser despachar-se: o serviço do café do Torel não é o mais rápido do mundo. Mas coma antes de se sentar na esplanada.

Parque das Nações

Parque das Nações, Lisboa

Já aqui dissemos que junto ao rio há sempre sol. No Parque das Nações, para além de sol, há bancos e muros a perder de vista, mesmo junto à água. Leve uma toalha, estenda-a num banco e aproveite. Talvez deva evitar despir a camisa caso trabalhe ali na zona, não vá dar de caras com o seu chefe. Bronzear sim, situações embaraçosas, não. Opte pela já referida camiso de alças (para eles) e top sem alças (para elas). Se quiser mesmo ficar em tronco nu ou biquíni, afaste-se do centro o mais possível.

Monte do Tadeu
Bonfim, Porto

É a zona alta da cidade do Porto. Apesar de ser um pequeno jardim, tem todo um potencial a não deixar escapar: para os mais preguiçosos é uma boa opção para apanhar aquele o sol que no Porto nem sempre gosta de aparecer. Se tiver a sorte de conhecer alguém que lhe permita o acesso ao terraço da Albergaria Miradouro, no mesmo edifício onde fica o restaurante Portucale, pode então dizer que esteve mesmo no local mais alto da cidade. E, claro, muito mais perto do sol (o que para se bronzear, dá jeito).

Almada
Elevador Panorâmico Boca do Vento

Apanhe o elevador panorâmico Boca do Vento  que o leva de Almada velha para os antigos estaleiros Olho de Boi, que é como quem diz, para a zona de lazer à beira rio da cidade. Ocupe a relva sem pudores. Tem uma hora para ganhar cor e nada pode interferir. O bronze é uma coisa séria. Leve o almoço consigo e desfrute deste luxo conseguido em pouco tempo e por quase dinheiro nenhum. Para além do bronze, garantimos que ficará muito mais bem disposto.

Com Miguel Ângelo Pinto»

In: http://www.ionline.pt/conteudo/69846-dez-sitios-se-bronzear–hora-almoco, a 20 de Julho de 2010, em Jornal I

Bons Bronzeados Citadinos!

RT

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s