Saiba A Relação Que Existe Entre Universidades e Baptismo de Voo…

Baptismo de Voo... Fonte: http://www.ionline.pt

Por ser fim de semana, e por estarmos em pleno inicio de ano lectivo, é normal vermos nas nossas ruas caloiros, e como tal, li no final da semana que terminou no dia de ontem, uma reportagem sobre como ajudar no «baptismo» de alguns «Caloiros».

« Roteiro académico. Os caloiros precisam de ajuda

Proporcionar ao seu filho um baptismo de voo não é barato. Mas a felicidade das crianças não tem preço. Estes são os locais onde deve ir para tirar o pé do chão

VOOS DE FIM DE SEMANA João Sottomayor tem 27 anos e é natural de Lisboa. Desde pequeno sonhava ser piloto de aviões e por isso, em vez de ir para a faculdade foi para a escola de aviação. Tirou o CIPLA – Curso Integrado de Piloto de Linha Aérea e agora procura lugar numa companhia aérea. Mas como a crise chegou a todo o lado, enquanto não arranja colocação vai pilotando aviões como pode. Uma forma de o fazer é a passear ao fim-de-semana com quem quer proporcionar aos filhos uma primeira experiência aeronáutica. Sempre que o telefone toca com um pedido, João dirige-se ao aeródromo de Tires e trata do aluguer da aeronave (normalmente um Cessna 152, um avião de fabrico americano e dois lugares) bem como de todas as formalidades, para que quem paga possa chegar e descolar sem demoras. Por norma o passeio dura cerca de 40 minutos – que ficam registados na caderneta do piloto, que assim junta horas à sua experiência de voo – e segundo Sottomayor é possível fazê-lo por pouco mais de €100. E se a criança enjoa? “Temos os famosos sacos para o enjoo e aterramos assim que possível”, garante o piloto. (Tel.: 919367292)

GUIAS DE EXPERIÊNCIAS Oferecer ao seu filho um baptismo de voo sem ter muito trabalho é hoje uma tarefa simples e que não requer grandes pesquisas, culpa das inúmeras empresas de experiências que proliferam no mercado. A Odisseias tem uma oferta alargada em baptismos de voo, com preços a partir dos €50 por pessoa e descolagens em Santa Cruz, Tires ou Évora. Após uma análise ao catálogo online irá encontrar aquela que parece a opção mais interessante para experimentar com as crianças. Por €74,90 poderá voar num Cessna 172, um avião monomotor com capacidade para quatro passageiros, e passear pelos céus da região Oeste com partida e chegada no aeródromo de Santa Cruz. (www.odisseias.com)

DO PRODUTOR AO CONSUMIDOR Mas se não quer passar pelo fornecedor de experiências pode ir directamente a um operador aéreo. No Aeródromo Municipal de Cascais, em Tires, a Air Nimbus lembrou-se especificamente das crianças e através do seu Air Nimbus Kid Club criou o “Flying Kids”, uma experiência de vôo sobre os céus de Cascais – óptima para os pais voyeurs que têm curiosidade em ver de cima as casas da Quinta da Marinha – com duração de 20 minutos e um preço de €101,88 por pessoa. O avião usado é um Piper Cherokee Six e o tempo começa a contar assim que o motor é colocado em marcha. Aconselha-se a marcação com um mínimo de 48 horas de antecedência e deve haver pelo menos um adulto a acompanhar a criança. (www.airnimbus.pt)

É UM PÁSSARO? UM AVIÃO? Não, é um helicóptero. E se o seu filho já viajou de avião esta pode ser uma experiência nova e interessante, até porque se trata de algo que, ao contrário das viagens de avião, o seu descendente dificilmente fará muitas vezes. A menos que se torne multimilionário… ou acabe a trabalhar no trânsito da manhã na TVI. Esta experiência só é possível, porque em Novembro de 1907, Paul Cornu, um engenheiro francês fabricante de bicicletas, fartou-se de circular no chão e efectuou aquele que é considerado o primeiro voo de helicóptero, apesar de não ter durado mais de 20 segundos. Hoje se quiser voar de helicóptero não por 20 segundos, mas por 20 minutos, pode fazê-lo entre o aeródromo de Tires e o Cabo da Roca, regressando à casa da partida e pagando um valor que oscila entre €110 e os €275 por pessoa, dependendo do número de passageiros. http://www.falcaoazul.com

O BALÃO DO JOÃO Nos primeiros anos do século XVIII, o jesuíta português Bartolomeu Lourenço de Gusmão começou a fazer experiências para construir uma máquina voadora, com o patrocínio do rei D. João V, daí a alcunha de “Padre Voador”. Mas só em 1783 é que os irmãos franceses Etiene e Joseph Montgolfier, filhos de um fabricante de papel, construíram o primeiro avião tripulado. Pouco depois, em Junho 1785, outro francês, o químico Jean-François de Rozier, tenta atravessar o canal da Mancha de balão… e morre, naquele que é considerado o primeiro acidente aéreo da História. Mas hoje, três séculos depois, andar de balão é considerada uma das formas mais seguras de voar, sendo que as condições atmosféricas desempenham um papel preponderante nesta actividade. Em Portugal, a empresa Wind Passenger é especialista há mais de 20 anos em viagens de balão e possui autorização do INAC (Instituto Nacional da Aviação Civil) para voar. Os preços das viagens, realizadas em Coruche ou Évora, começam nos €150 por pessoa. Além de um voo de uma hora, o preço inclui seguro e um certificado de voo entregue aos passageiros no final. (info@windpassenger.pt; www.windpassenger.pt) »

In: http://www.ionline.pt/conteudo/79909-roteiro-academico-os-caloiros-precisam-ajuda, a 24 de Setembro de 2010, em Jornal I

Boas Aventuras!

RT

Advertisements

3 pensamentos sobre “Saiba A Relação Que Existe Entre Universidades e Baptismo de Voo…

  1. Pingback: Saiba A Relação Que Existe Entre Universidades e Baptismo de Voo… | DicasON

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s