Conheça a Temporada Lírica do S Carlos…Veja Aqui os Detalhes…

Martin André..Director Artístico do S. Carlos... Fonte: http://www.ionline.pt

Como forma de se começar uma semana, e sendo que esta é especial, em virtude de apresentar um feriado já amanha, deixo uma sugestão que li num diário da nossa praça na semana transacta.

« Seis razões para ir ao São Carlos, sem estola de pele

A Temporada Lírica do Teatro Nacional São Carlos, em Lisboa, começa hoje com “Dona Branca”, de Alfredo Keil. Mas há mais novidades a não perder, escolhidas por Martin André, director artístico

Dona Branca, de Alfredo Keil

Um Romeu e Julieta à portuguesa. Baseado no poema de Almeida Garrett, “Dona Branca”, a ópera de Alfredo Keil faz parte das comemorações do Centenário da Republica e abre a temporada lírica do Teatro São Carlos. É a trágica história de amor entre a infanta Dona Branca, filha de Afonso III, e o rei mouro dos Algarves, Aben-Afan. “É um grande trabalho de Keil. A história é tão complicada em termos cénicos que optamos por apresentar como concerto. Tal como todas as óperas, o enredo é sempre meio louco”, diz Martin André.

Preço: De 20€ a 50€ ou camarotes de 80€ a 250€
Quando: Hoje e 6ª às 20h, Dia 3 e 5 de Outubro às 16h00

Kátìa Kabanová, de Leoš Janácek

“É uma ópera icónica do começo do século XX”, explica o director artístico, que aponta esta obra checa como um dos espectáculos a não perder. O compositor Leioš Janácek, trabalhou sobre a peça “A Tempestade” de Alexander Ostrovski, que foi traduzida para checo  por Vicenc Cervinka. Kátìa representa uma paixão não  concretizada que o compositor teve por uma mulher casada, Kamila Stosslová, 38 anos mais nova. A ópera fala da paixão de uma mulher casada, Kátìa, que pode cair em tentação.

Preço: De 25€ a €75 ou camarotes entre 100€ e 325€
Quando: Janeiro 2011, dias 8, 10, 12, 14 e 18 às 20h e 16 às 16h

Gianni Schicchi, de Puccini

É uma história rocambolesca. Buoso Donati chefe de família morre e gera-se uma confusão tal à volta do seu testamento que chegam a fazer-se passar pelo defunto. Tudo para um familiar conseguir herdar a fortuna e casar com menina bonita. “Gosto de ópera italiana e precisamos de ter ópera italiana no nosso repertório. É uma boa oportunidade para cantores portugueses se apresentarem em palco. Temos uma equipa incrível”, explica o director artístico do Teatro São Carlos.

Preço: De 15€ a 175€, camarotes de 60€ a 175€
Quando: Fevereiro 2011, dias 10, 15, 17 e 19 de às 20h e 13 de Fevereiro às 16h

Il Cappello di Paglia di Firenze, de Nino Rota

Se não sabe quem é Nino Rota, duas pistas: Marlon Brandon e máfia. Nino Rota é o compositor da música de “O Padrinho”. “É a primeira vez que a obra é apresentada em Portugal. É muito próxima de uma ópera bufa [cómica] italiana”, diz Martin André. A história? Fardinard passeia de cavalo com a noiva, quando o animal come o chapéu de palha de outra mulher que passa. O problema é que essa mulher devia estar em casa e não com o amante. Para que o marido não desconfie, Fardinard vai ter de encontrar um chapéu igual.

Preço: De 25€ a 75€ ou camarotes entre 100€ e 325€
Quando: Maio 2011, dias 14, 16, 18, 19 às 20h e 21 de Maio às 16h

Carmen, de Georges Bizet

A encerrar a temporada lírica do São Carlos um dos grandes clássicos da ópera:Carmen. Com uma nova produção sob direcção de Julia Jones, destaque ainda para a meio-soprano israelita Rinat Shaham. “A grande Carmen requer o máximo de espectáculo de dança e música. Temos grandes cantores internacionais”, diz Martin André. A obra do francês Georges Bizet é baseada no romance Prosper Mérimée sobre Carmen uma sedutora cigana que brinca com o fogo.

Preço: De 30€ a 75€ ou camarotes de 100€ a 325€
Quando: Junho, dias 11, 14, 16, 21 e 24 às 20h e 18 e 26 às 16h

25 concertos

“O objectivo para esta temporada era ter um reportório regular. Queria uma temporada cheia, com concertos, concertos de câmara, recitais, óperas, o festival ao largo… No total são 25 concertos. Podemos dividir a temporada em duas partes: checa e francesa”, explica o director artístico Martin André. Mas há mais. No próximo dia 2 de Outubro assista ao concerto no salão nobre “A Família Bach I” e no dia 6 ao início do ciclo música checa. Não perca ainda a quinzena Nino Rota em Maio.

Família Bach: Salão Nobre, 10€, 2 e 30 de Outubro, às 18h
Música Checa:Foyer do teatro, Grátis. Dias  6, 13, 20 e 27 de Outubro, às 18h»

In: http://www.ionline.pt/conteudo/80728-seis-razoes-ir-ao-sao-carlos-sem-estola-pele, a 29 de Setembro de 2010, em Jornal I

Bons Momentos de Cultura!!!

RT

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s