Conheça a Quente PentHouse…

PentHouse... a Nova Publicação... Fonte: http://www.ionline.pt

Hoje trago um artigo que se debruça sobre uma publicação que saiu para as bancas no decorrer do dia de ontem, passo a transcrever a referida peça jornalística.

« Penthouse Eles são os homens que vão pôr tudo a nu

Lançada hoje em Portugal, a revista “Penthouse” traz na capa rostos desconhecidos, “da miúda gira que pode ser nossa vizinha”

Sentados na sala minúscula de um quinto andar no centro de Lisboa, José Mascarenhas e Basílio Santos respiram finalmente de alívio. Há três meses que a equipa residente – da qual fazem também parte um jornalista e um editor de arte – não tem descanso. Ontem, foi dia de fecho da primeira edição da “Penthouse”. A revista masculina chega hoje às bancas portuguesas com 80 mil exemplares, umas quantas mulheres nuas e artigos que querem despertar interesse não apenas junto dos homens, mas chegar ao público em geral.

“Será uma revista abrangente. Não digo dos 8 aos 80 porque é para maiores de 18 anos, mas seguramente que será uma boa leitura também para as mulheres”, revela o director José Mascarenhas. Na outra mesa, o editor de serviço atira uma certeza para o ar: “As mulheres gostam deste tipo de revista porque é uma forma de entrar no universo masculino. E porque também gostam de ver outras mulheres.” A dupla sabe do que fala: fizeram ambos parte dos quadros da “FHM”, uma das revistas masculinas de maior sucesso em Portugal.

A fórmula da “Penthouse” recupera alguns detalhes da publicação em tempos dirigida por Pedro Boucherie Mendes. Pelo menos no que diz respeito aos textos: artigos com profundidade mas sempre acompanhados da dose certa de humor. A principal diferença está, talvez, na escolha das modelos de capa, na “Penthouse” chamadas de Pet Girls: “Cedo percebemos que Portugal é um país pequeno e que não pode ter apenas famosas na capa. Decidimos criar o nosso star system. Queremos mulheres que não aparecem nas novelas e, assim, mudar um bocadinho o país. Vamos à procura dos rostos desconhecidos, da miúda gira que passa por nós na rua e que pode estar na capa de uma revista masculina”, conta o director.

Na capa do primeiro número, disponível hoje nas bancas, estará por isso uma perfeita desconhecida. Fátima Figueiredo, 21 anos, é estudante de gestão e dançarina. Além deste modelo, a revista contará ainda com mais três sessões fotográficas de manequins estrangeiras, bem como artigos sobre temas direccionados para o universo masculino – uma secção sobre carros e motas – e outros de interesse geral, como uma agenda cultural ou críticas de cinema. Acima de tudo, conta Mascarenhas, “será uma revista portuguesa”. “Não significa que não possamos ter um bom artigo traduzido da edição americana, mas o princípio será sempre de uma revista feita por portugueses para portugueses. Introduzimos várias secções mais próximas da nossa realidade, de forma a dar-lhe uma identidade muito própria.”

Embora adaptada da edição original, a versão portuguesa da “Penthouse” será mais sóbria do que a americana ou inglesa. Ou seja, não há nada de explícito para além da nudez. “Vai ser muito mais soft, as mulheres aparecem despidas mas não se tocam. Acredito que não é isso que os nossos leitores querem. Vamos andar mais próximos das edições italianas e espanholas”, conta José Mascarenhas. A isto, Bernardo Coelho, fotógrafo da revista, acrescenta que “a ideia passa por contar uma história”. “Não queremos apenas uma mulher nua.”

Uma coisa é certa: o perfil das modelos é “transversal”. Ou seja, “há mulheres de todas as profissões, desde advogadas a contabilistas e designers”. “Quando reúno com uma possível capa faço duas perguntas: se gosta de fotografia e se tem problemas com a nudez. Se a resposta for um ”talvez”, continuo com a entrevista, mas já sei que, à partida, está fora”, garante o director da revista que, embora sem querer revelar o valor de cada sessão, garante não pagar mais de mil euros. “Há quem se dispa por uma carreira, mas raramente o fazem. Os americanos, que têm um orçamento gigantesco e imprimem 300 mil revistas todos o meses, não pagam muito melhor. Ou seja, quem faz isto, fá-lo por gosto”, acredita José Mascarenhas.

Desde que a nova publicação foi anunciada nos media portugueses, os chefes da “Penthouse” portuguesa não têm mãos a medir com o número de contactos recebidos de mulheres. “Todos os dias recebemos mails de possíveis modelos que querem posar para a revista. Portugal já não é esse país fechado”, acredita o director. Talvez esteja certo. Mas só daqui a uns meses o poderemos confirmar. »

In: http://www.ionline.pt/conteudo/85330-penthouse-eles-sao-os-homens-que-vao-pr-tudo-nu, a 27 de Outubro de 2010, em Jornal I

RT

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s