Detalhes do Super Bock em Stock…

Super Bock em Stock... Fonte: http://www.ionline.pt

Hoje trago um artigo sobre um festival, desta feita é o Super Bock, passo a transcrever o referido artigo.

« Super Bock em Stock. Abrem-se as portas do armazém do rock

Começa amanhã o único evento não político a trazer pessoas à Avenida da Liberdade. Uma oportunidade para inalar monóxido de carbono e ouvir os músicos de 2011

A Bela Ipanema, no número 169 da Av. da Liberdade, recebe pouco amor dos lisboetas durante o ano inteiro. É um poiso de turistas, está certo, tem uma daquelas esplanadas desabrigadas onde tudo é temperado com fumo de escape, sim senhor; mas os preços não estão inflacionados como acontece no resto da avenida e os salgados são de uma honestidade e rectidão que já só esperamos encontrar em alguns acólitos. Nas edições anteriores do Super Bock em Stock a Bela Ipanema animou-se, mas a enxurrada de juventude com sede não os fez optar pelo copo de plástico. É das melhores coisas da avenida e um dos motivos para sorrir durante o festival – mas há outros. Aquele que é o maior e melhor (ou único) festival de Inverno da capital aloja uma uma bolha de novos talentos prestes a rebentar ou serve de palco de consagração do artista preferido de toda a gente o ano passado. A saber.

Estreias. Janelle Monáe deve ser o nome na ponta da língua de toda a gente que estiver a ver as montras no sábado à noite. A artista norte-americana apadrinhada por Sean “Diddy” Combs e descrita como uma versão feminina de James Brown, toca no Teatro Tivoli às 00h. O mais certo é que a segunda passagem da cantora por Portugal será no Pavilhão Atlântico, num horário diferente e a um preço mais inconveniente. Por isso, de todos os concertos imperdíveis do festival (do ano?) este será o mais imperdível de todos. Estreiam ainda pelas mãos do festival os Zola Jesus, banda de rock coberto por nevoeiro em noites de lua cheia a fazer lembrar Cocteau Twins e outros artistas do catálogo 4AD. Estão na moda junto de pessoas que gostam daquela mudança de hora que nos retira horas de luz e podem ser uma das surpresas do festival. O mesmo pode acontecer com Kele, o vocalista dos Bloc Party aparece no Tivoli para tentar convencer fãs da banda original que já tem maturidade para andar por aí sozinho.

Consagrações. O Super Bock em Stock é uma boa altura para nos apaixonarmos por novas bandas – como as colónias de férias funcionavam com as miúdas – mas também serve para aplaudirmos de pé artistas que aprendemos a amar ao longo do tempo. Os Wavves, que já incendiaram o aquário da ZDB, tocam na sexta, 01h30, para isso mesmo. E assim acontece também com Owen Pallet que por cá já conquistou plateias como Final Fantasy. Neste capítulo há também que destacar os Linda Martini, banda portuguesa que acabou de editar “Casa Ocupada”, tem uma legião de fãs numerosa e organizada que pode transformar o concerto na garagem do Marquês de Pombal (00h30) num dos eventos mais quentes do festival. É preciso ter cuidado, novamente, com a elevada concentração de monóxido de carbono.

Bilhetes para os dois dias a 40€. Online em www.superbockemstock.com »

In: http://www.ionline.pt/conteudo/91648-super-bock-em-stock-abrem-se-as-portas-do-armazem-do-rock, a 2 de Dezembro de 2010, em Jornal I

Bom Festival!

RT

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: