Conheça o Novo Wrangler Unlimited…

Conheça o Novo Wrangler Unlimited... Fonte: jeep-parts.uneedapart.com

Hoje e para começar a semana, trago um automóvel que penso que seja interessante, passo a transcrever a referida peça jornalística.

« Setenta anos de experiência com a rebeldia dos 18

O Wrangler mantém a herança do seu avô Willys. A versão de 2011 denomina-se Unlimited e junta experiência e modernidade

É uma versão de 2011, moderna e bem equipada, mas não espere encontrar aqui um carro de cidade com um pouco mais de altura, como os crossovers que se tornaram um sucesso nas estradas nacionais. O Jeep Wrangler Unlimited é um 4×4 do século XXI, mas que mantém o espírito do velhinho Willys de 1940. É um jipe à antiga, pronto para passar por cima de tudo (ou quase tudo), mas com o lado moderno por dentro, principalmente no que toca a interiores e na tecnologia que o equipa.

A primeira impressão deste Wrangler de quatro portas e quase cinco metros de comprimento é de que é um jipe grande e que isso pode não ser uma vantagem fora de estrada. Lá dentro, a posição de condução é a de um jipe normal, apesar de todas as afinações disponíveis. O volante em pele mostra os primeiros sinais de conforto interior, que aumentam com o apoio para os braços nos bancos da frente, com o ar condicionado automático, as ligações para iPod, USB e Bluetooth no rádio, além dos comandos muito completos no volante, incluindo, claro, o computador de bordo. Aqui, um botão muito simples coloca a bússola nos mostradores e volta a lembrar que o espírito do Wrangler não está pensado para ter a selva urbana como prioridade. Os materiais melhoraram de qualidade, com um estilo sóbrio e com várias opções, como os estofos em couro. Uma das opções disponíveis passa ainda pelo equipamento de navegação.

No entanto, nesta selva, o Wrangler não deixa de estar à vontade. O seu motor 2.8 CRD a gasóleo, com 200 cv de potência, tem força e agilidade suficientes para este todo-o-terreno, mas é claramente um motor pensado para ter mais força disponível no todo-o-terreno que no alcatrão.

No entanto, a Jeep empenhou-se em melhorar este propulsor e trabalhou de forma a baixar os consumos e, principalmente as emissões, de forma a cumprir as regras mais ecológicas dos mercados europeu e norte-americano. O sistema stop&start está já presente, tal como Hill Assist, para os arranques em subidas (o Wrangler pesa 2750 kg), a caixa passou a uma escala de seis velocidades, não muito precisa, e o resultado final traduz-se nuns 194 g/km de CO2 e numa média de consumos de 9,4 litros por cada 100 km, segundo a marca. Um valor que acaba por subir mais para os 12 L numa utilização diária, com umas passagens por terrenos mais acidentados fora de estrada.

E é nesses terrenos que o Wrangler se revela e mostra do que é feito. A caixa de redutoras vem de série, as opções de bloqueio de diferencial e das barras de torção também. E isso significa que o Wrangler continua pronto a passar por dentro de rios e a descer trilhos, mesmo que estejam enlameados? Sim, e em muitos casos basta recorrer apenas à caixa de redutoras, deixando as outras ajudas disponíveis para zonas mais acidentadas. A altura ao solo e os ângulos de ataque também ajudam.

Com isto, só faltava mesmo poder desfrutar de tudo isto a céu aberto. Pois, mas nem isso falta. O Wrangler Unlimited vem com o hard-top desmontável por partes, que o pode transformar num jipe completamente despido, ou escolher quais as partes a desmontar. No entanto, tudo mantém o toque sólido, a garantir que se pode abusar deste Jeep, porque ele promete não torcer.

A tal primeira impressão de que o tamanho não ajudaria nos trilhos é completamente esquecida e mesmo nas manobras mais apertadas o Wrangler surpreende, graças a uma excelente brecagem e a uma direcção muito leve para o tamanho do carro. O monstro duro que parecida impossível de estacionar com facilidade acaba por dar uma ajuda, mesmo não tendo os já comuns sensores de estacionamento.

Em estrada, só o barulho do motor podia estar mais isolado, mas qualquer viagem passa num instante, graças também ao cruise control e à boa música que pode acompanhar os passageiros, porque o sistema de som inclui um subwoofer na mala de 498 litros de capacidade. E conte com este entretenimento, porque os 200 cv do 2.8 CRD não são propriamente velozes: o Wrangler tem uma velocidade máxima de 172 km/h e um arranque dos 0 aos 100 km/h de 10,6 segundos.

O Wrangler Unlimited está à venda a partir dos 36 800 euros. »

In: http://www.ionline.pt/conteudo/114521-setenta-anos-experiencia-com-rebeldia-dos-18—video, a 01 de Abril de 2011, em Jornal I

RT

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: