Conheça o Resound Fest…

Resound Fest... Fonte:http://www.ionline.pt

Hoje trago uma sugestão que vai acontecer na cidade de Lisboa, passo a transcrever o referido artigo.

« RESOUND Fest. A batalha das bandas tem mais uma final

Na sexta edição do festival competem quatro bandas no único concurso do género organizado por uma turma da Restart

 Se tem uma banda e quer tornar-se conhecido pode fazer uma de duas coisas: esperar que uma mistura de sorte e trabalho árduo o tragam até à ribalta; ou ganhar um concurso de bandas, uma batalha onde ninguém sai ferido – à excepção de um ou outro ego. Esta noite no MusicBox, em Lisboa, tem lugar um desses degraus para o estrelato – a julgar pelos vencedores dos anos anteriores, como os Pontos Negros ou Guta Naki, pode ser uma escada rolante para a fama. O Resound Fest, organizado pela Restart – Instituto de Criatividade, Artes e Novas Tecnologias, celebra a sua sexta edição e irá premiar um destes quatro conjuntos: Circo de Atrocidades, obra de Miguel Reis que funde “música popular portuguesa” e “música ligeira estrangeira”; Amor Noise, nas palavras dos próprios: “um projecto pessoal que tem como objectivo a mera exploração sónica”; God Bless Jack, que soam a Kings of Leon, Gossip e Maroon 5; e finalmente os Imidiwan, uma banda cujo nome poucos conseguirão pronunciar com sucesso, mas que junta os géneros dub, funk e drum & bass.

Fabricar talentos O concurso é organizado pela turma de Produção e Marketing Musical da Restart, 14 alunos que passaram os últimos dois meses, em conjunto com colegas de outros cursos, a pôr de pé a competição. “A formação que damos aqui na Restart é muito prática e especializada”, explica o director da escola, João Tovar, “quanto mais conseguirmos reproduzir a experiência do mercado de trabalho, melhor”, conclui.

E é o que têm feito com o Resound Fest, que vai na sua sexta edição. Começou em 2003, teve um hiato de dois anos, mas entretanto solidificou-se neste formato mais competitivo da típica noite de concertos. “Têm de trabalhar com um orçamento muito reduzido, têm de arranjar patrocinadores, media partners, sala de concertos, tudo”, lembra Tovar.

É uma relação recíproca e aparentemente perfeita entre talentos por confirmar. De um lado os alunos à procura de experiência, do outro bandas à procura do sucesso que lhes permita ganhar ainda mais experiência. “Os nossos alunos são geralmente pessoas licenciadas que estão à procura de uma formação mais especializada”, conta o director da escola.

O curso de Produção e Marketing Musical mudou muito desde que começou a ser leccionado, acompanhando as mudanças nesta mesma indústria: “No início era mais focado na venda de CD, agora está virado para a promoção de espectáculos ao vivo, já que é este o cerne da vida dos músicos”, conta o director da Restart.

O resultado pode ser visto hoje no MusicBox, em Lisboa. Quem não for tem falta a vermelho. »

In: http://www.ionline.pt/conteudo/124179-resound-fest-batalha-das-bandas-tem-mais-uma-final, a 19 de Maio de 2011, em Jornal I

RT

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: