Veja O Mundial de Africa Do Sul Numa Esplanada Ao Pé de Si…Veja Aqui Onde Encontrar Uma…

Veja O Mundial ao Sol... Fonte: http://www.soccertown.com.sv

Como estamos perto do mundial, li uma reportagem num diário da nossa praça, onde indica os melhores locais para acompanhar o mundial de 2010, ao ar livre, passo a transcrever a referida reportagem, no entanto, não vou comentar a mesma, em virtude de ser uma publi-reportagem.

«Mundial ao sol: 11 esplanadas para ver os jogos

De Norte a Sul, acompanhe o campeonato ao ar livre. Para quem prefere um tecto, também há escolha

O mundo já está em contagem decrescente. Faltam quatro dias para vestir os calções, correr desenfreados atrás de uma bola (uns) e para beber imperiais e comer caracóis até ser noite (outros). Durante um mês o ar vai ser feito de futebol, as conversas vão dar lugar a discussões técnicas, os corações vão pintar-se de verde e vermelho e bater mais depressa do que o desejável. É assim a magia do futebol. Para que não perca um único jogo, nem um raio de sol, encontrámos 11 sítios para ver a bola ao ar livre, com petisco e imperial. Abram alas aos treinadores de esplanada. Se for alérgico ao sol, também pensámos em si [ver caixa]. Prefere ficar em casa? Na página seguinte há receitas de aperitivos, para fazer um brilharete junto dos amigos.

Jardim da estrela
No largo principal do jardim há um restaurante. No restaurante há uma esplanada. Na esplanada vai haver um plasma, imperial a 1,40€, caracóis, petiscos e tapas variadas. As árvores do jardim dão a sombra necessária para que consiga distinguir sem problema a que equipa pertencem os jogadores no écrã.
Em frente à Basílica da Estrela, em Lisboa


Café na Fábrica
Se prefere um ambiente mais urbano, trendy, até, sem árvores frondosas ou passarada a lutar pelas migalhas da tosta mista, a Lx Factory é o lugar para si. A esplanada do Café da Fábrica vai ter um plasma de 50 polegadas a transmitir todos os jogos do mundial. A imperial custa um euro.
Rua Rodrigues Faria, 103, edifício E, em Alcântara, Lisboa


República da Cerveja
Em pleno centro lisboeta, mesmo ao lado da estação do Rossio, esta esplanada promete um écrã gigante e imperial a 1,60€. Petiscos não faltam, nem refeições à séria. E toda a gente sabe que um jogo de futebol pode ser acompanhado por um bife com molho de cerveja preta.
Largo Duque de Cadaval, 17, junto à estação do Rossio, Lisboa


Picoas plaza
É um clássico. A esplanada deste centro comercial já é uma certeza, um porto seguro, para os adeptos do futebol.  São quatro plasmas a transmitir todos os jogos do mundial. E o melhor é que pode comer o que bem lhe apetecer. Hambúrgueres e batatas fritas para os destemidos, saladas e sopas para quem quer manter a forma – afinal o Verão não é só feito de futebol.
Rua Tomás Ribeiro, 65, Lisboa


Sagresjaria
Pelo nome percebe-se que cerveja não faltará. Há de todas as cores, tipos e álcool e a imperial custa 1,30€. Para além  do écrã ao ar livre, dos croquetes de presunto, gambas ao alhinho e ameijoas à Bulhão Pato, tem o ar fresco do rio, que tanto jeito dá em dias de calor e de nervos incontroláveis. Se o stress tomar conta de si porque Cristiano Ronaldo falhou aquele golo, tem bom remédio, vá à beira de água e respire fundo.
Rua da Pimenta, Parque das Nações, Lisboa


Gil Eanes
No Algarve a bola também se vê na rua. No café Gil Eanes a esplanada dá para cerca de 50 pessoas e há um écrã simpático a transmitir todos os jogos do mundial. E não tem de se preocupar com o sol: as laranjeiras e os prédios circundantes, fazem o favor de oferecer sombra. Não há petiscos, mas há refeições ligeiras, cerveja e sumos naturais.
Praça Gil Eanes, 20, Lagos, Algarve

Forum Algarve
Neste centro comercial tudo é ao ar livre. São 40 mil metros quadrados de lojas, esplanadas, restaurantes e bares. Para além de poder comer o que mais lhe apetecer (e quem sabe fazer umas compras para o Verão), pode escolher onde quer ver os jogos. Na Praça Central há dois écrãs gigantes, junto à zona das refeições há mais dois, e na zona dos bares, onde não se come, mas bebe-se, também é possível assistir aos jogos. E junto de uma fonte, para o ambiente ser mais fresquinho.
Estrada Nacional 125, Faro, Algarve

Sete Café
Claro que no café de Luís Figo é obrigatório haver bola. Na esplanada há vários plasmas a transmitir o mundial. E nada tema: há sombra que chegue para todos. No terraço, onde está o Cyber Café, também há televisões para que os amantes da informática não percam penaltis nem cantos. E há refeições para todos os gostos.
Marina de Vilamoura, Bloco 7, Vilamoura, Algarve

Cubo da ribeira
Não é uma esplanada, são várias. Em pleno centro histórico da Invicta, cada uma tem o seu écrã ou televisão, para que ninguém fique sem assistir à prestação da selecção portuguesa, nem sem beber uma imperial. Perdão, um fino.

Praça da Ribeira, Porto


Café Guarany
Para além de ser um dos mais antigos cafés do Porto, é também dos mais emblemáticos. Em alturas de bola, trocam-se as tertúlias que ainda ali existem por paixões clubísticas. Com o bom tempo, o Guarany monta a esplanada que este ano estará de frente para o écrã gigante instalado de propósito para a transmissão dos jogos do mundial
Avenida dos Aliados, 89 – 85, Porto


A Barraquinha
Uma dica: deixe as vuvuzelas em casa. A atmosfera da Praia da Granja é pacata, com o mar a dois passos. Vamos deixá-la assim. Na esplanada da Barraquinha o écrã é grande, o ambiente é intimista e os petiscos são do melhor que há. E com a praia tão perto pode aproveitar para dar uns mergulhos quando o calor (ou os nervos) apertarem.
Praia da Granja, Vila Nova de Gaia


Com Miguel Ângelo Pinto e Rodrigo Burnay»

In: http://www.ionline.pt/conteudo/63244-mundial-ao-sol-11-esplanadas-ver-os-jogos, a 07 de Junho de 2010 em Jornal I

Aproveite o ar Livre!

RT

A Falta de Educação de Maitê Proença indigna Portugueses…

Maitê Proença        Fonte: www.oglobo.globo.com

Maitê Proença Fonte: http://www.oglobo.globo.com

Hoje trago uma notícia que chocou os portugueses, passo a transcrever a notícia, e de seguida dou o me comentário:

«Maitê Proença grava vídeo a pedir desculpa a Portugal – veja aqui

A actriz brasileira Maitê Proença pediu hoje desculpas se ofendeu alguém pelo vídeo, gravado em Portugal, onde gozava com os portugueses, em declarações ao “Globo”. E defendeu que as declarações não deviam ser levadas a sério: “Acho que está faltando humor nas pessoas”, defendeu-se.
“Só quem não vê o “Saia justa” [programa de entretenimento da TV Globo] poderia levar isso a sério. No programa, a gente ironiza até o presidente Lula. E isso que eu falei dos portugueses, a gente fala dos paulistas, que são stressados porque trabalham demais, ou do jeito devagar do baiano… E eu me considero uma portuguesa, porque meu avô, Augusto Galo, era português, era inclusive patrono do Clube Ginástico, tem até uma estátua em homenagem a ele lá na entrada do clube – diz Maitê. – Eu já fui a Portugal umas 20 vezes. Alguém realmente acha que eu não gosto de Portugal? Agora realmente se eu ofendi algum português com isso, peço desculpas. Mas acho que está faltando humor nas pessoas”, disse ao canal.

Reacções

Esta não é a primeira vez que a actriz e também escritora presta declarações sobre o filme que gravou em 2007.

“Não falei mal de Portugal, amo Portugal, os portugueses, tenho amigos e visito o país sempre que dá. Meus livros são publicados na terrinha e vendem muito BEM”, escreveu a actriz brasileira no seu blogue a 14 de Setembro em resposta aos portugueses que criticaram os comentários da actriz brasileira.

No mesmo blogue, e em reacção às notícias que têm sido feitas sobre este assunto, o número de comentários ao post dispararam. Entre ontem e hoje, 242 pessoas escreveram mensagens à actriz brasileira criticando os comentários.

“Nem pelo teu nome mereces ser chamada! Pelo teu pedido de desculpa nota-se que não tas nem aí…se fosse hoje fazias tudo outra vez…por isso não mereces respeito nenhum!”, escreve um internauta que se autodenomina “3”.
No filme que circula na Internet a actriz goza com os portugueses e chega a cuspir no Mosteiro dos Jerónimos. »

In: http://www.ionline.pt/conteudo/27729-maite-proenca-grava-video-pedir-desculpa-portugal—veja-aqui, a 13 de Outubro de 2009, no Jornal I

O meu comentário:

Eu nem queria efectuar nenhum comentário a este assunto, no entanto, fiquei um pouco indignado com a referida situação, que não consigo me abster de fazer um comentário.

Penso que, a credibilidade e respeito que a actriz Maitê Proença, gozava no nosso país, caiu ontem por terra, no momento em que os portugueses tiveram acesso, ao vídeo, onde ridicularizava algumas das nossas cidades e alguns dos nossos monumentos.

Penso que o vídeo, não tinha cariz humorístico, pois tinha bastante sátira misturada e tinha mais aspecto de gozo, que de humor, a actriz parece que o humor é algo, que não é acessível de se fazer, e que só alguns profissionais possuem essa mesma capacidade.

Pior, além do vídeo, foi o que se passou no estúdio a seguir, não consigo entender qual a piada de ridicularizar um país, ainda por cima, um país que tem grandes conotações com o que se está, e ainda por cima, terem todas as pessoas que estavam em estúdio, uma conversa, que parecia estávamos a ver crianças, mas as crianças são crianças e têm um desconto, as pessoas em estúdio nada tinham a haver com crianças, eram pessoas, que duvido que estivessem sóbrias.

Penso que existe, uma coisa, que é a regra do bom sendo, educação, limites da boa razão, como tal, penso que podemos nos rir de algumas coisas, podemos ridicularizar até mesmo, com um grupo de amigos, no entanto, não o podemos fazer em público, pois podemos estar a ferir susceptibilidades, o que devemos ter respeito pelos outros, pois não vivemos isolados no planeta.

Em Portugal, é comum gozarmos com algumas coisas que existem em Portugal, até numa televisão portuguesa, existe um programa denominado «Nós Por Cá», no entanto, chamam à atenção de problemas que existem nas nossas cidades, mas não entram pela onde do desrespeito como é o caso, de ridicularizar.

A Actriz, veio pedir desculpa, mas penso que a maior parte do país, pode nunca mais perdoar a mesma, e penso que mesmo, o seu livro vai deixar de ser tão vendido aqui na «terrinha», e caso as produtoras de telenovelas, que pretendam vender as mesmas, para o mercado nacional, não a devem incluir nos mesmos, de modo, a não prejudicarem a vendas da mesma.

Devemos ter em conta, que o problema aqui, foi uma actriz que teve um comportamento que para os português, é intolerável, e não devemos confundir com os restantes brasileiros, e que muito menos, deveremos ter uma atitude igual ou pior à de Maitê Proença face aos seus conterrâneos, ou mesmo, ao Brasil.

Eu pessoalmente reprovo a atitude da referida actriz, eu tenho um lema, dou o valor que quero às pessoas, se as atitudes e o que diz da pessoa não me inspira confiança, não dou valor, e simplesmente ignoro o que diz, ou não dou tanta credibilidade face a outras pessoas que considero terem mais valor e que sabem agir e falar.

Desta forma, eu não fiquei afectado com o que a actriz falou, pois sou dos primeiros a indicar coisas, que estão erradas, e muitas vezes, até faço um levantamento de muitas delas aqui no blog, só chamei a atenção, pois considero que feriu a susceptibilidade do nosso povo, e como considero este blog, também um serviço de apoio à sociedade, vim comentar, no entanto, e para concluir, só digo, cada um têm o valor que nós queremos lhe dar.

Deixo a Questão: Que pensa do que a Maitê Proença fez e disse de Portugal?

Tenho Dito

RT