Algarve a Perder Turistas…e Qualidades…Porque Será?? Há Soluções??

Agosto 8, 2009
Algarve, Armação de Pêra

Algarve, Armação de Pêra

Hoje trago uma notícia que não me surpreende, e demonstra a falta de preparação dos empresários algarvios para a globalização turística dos últimos anos, passo a transcrever o artigo e de seguida passo a realizar a minha análise:

« Hotéis do Algarve estiveram mais vazios em Julho

A taxa de ocupação global média por quarto desceu 8,3% nas unidades de alojamento do Algarve e as receitas também desceram 13,8% em relação ao mesmo período de 2008.

Segundo dados da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), as maiores descidas registadas na procura da hotelaria algarvia no mês passado verificaram-se nas “zonas do Carvoeiro/Armação de Pêra (menos 13,9%), Portimão/Praia da Rocha (menos 10,0%) e Albufeira (menos 7,5%).

A zona de Monte Gordo, no concelho de Vila real de Santo António, foi a que registou a taxa de ocupação mais elevada no Algarve, com 90,3%, enquanto que Faro e Olhão foram as zonas com a taxa média de ocupação mais baixa, com 50,0%.

As principais descidas, por categoria, verificaram-se nos aldeamentos e apartamentos turísticos de 3 e 2 estrelas (menos 8,8%) e nos hotéis e aparthotéis de 4 e 3 estrelas (menos 7,7%).

Os portugueses representaram 27,8% das dormidas totais no Algarve, seguidos dos britânicos com 26,3% e dos holandeses (9,6%).

A tendência para a quebra nas taxas de ocupação já se verificaram em meses anteriores no Algarve, com os empresários a remeterem a principal culpa para a crise económica mundial.

Em Junho a taxa de ocupação global média por quarto também registou quebras de 4,3%, face ao mês homólogo de 2008, para 68,8%.

Em Maio passado a taxa de ocupação hoteleira no Algarve desceu 13,4% relativamente ao período homólogo de 2008.»

In: http://economico.sapo.pt/noticias/hoteis-do-algarve-estiveram-mais-vazios-em-julho_67026.html, em Diário Económico, a 07 de Agosto de 2009

A Minha Análise:

Era de se esperar que o turismo no Algarve decrescesse, quer por questões como a crise mundial, concorrência mais atroz de outros destinos, ou mesmo por abuso dos empresários do Algarve, em Verões anteriores.

Pois bem, podemos tomar que a crise, fez com que muitas pessoas não fossem de férias, pois com o flagelo do desemprego, ou por, não poderem tirar férias, faz com que obviamente a ocupação decresça; outro factor são os empresários, terem esticado demasiado os preços nos anos anteriores, sou do tempo que nos anos 90, por vezes, chegaram me a pedir por um café, 200$00, o que convertendo, actualmente é 1€, achei um absurdo na altura 1€ por um café, tendo em conta, que o custo do café, ainda hoje não excede os 30 cêntimos, de tal forma, que absurdos destes, afastaram os turistas, pelo menos os Portugueses, que já para irem de férias para lá já são esforços enormes; a concorrência de destinos a nível global, é outra questão, como o abrir das fronteiras na década de 90, com a globalização, com a moeda única e mais actualmente com o recurso às companhias de Aviação Low Cost, pode-se encontrar férias noutro país, que podem ficar ou preço igual ou pouco superior às do Algarve.

Destinos estes que são nomeadamente Espanha, Tunísia, etc. Espanha tem destinos que com melhor clima, recursos a hotéis e não a apartamentos em regimes de Pensão Completa, ou mesmo, Tudo Incluído, em que a água do mar é quente, pois é mar Mediterrâneo, e temperaturas mais altas, e ainda, existem autocarros que levam as pessoas, sem estas terem que se deslocar no seu transporte privado, os destinos nestas condições são Salou e Benidorm, são os que se podem comprar com o Algarve, pelo menos directamente.

Outros destinos que não ficam caros, aqui mesmo ao lado no país vizinho também, são Palma de Maiorca, Ibiza, Tenerife e Gran Canária, estes destinos recorrem a voos de companhias Low Cost, ou mesmo, as agências de viajem no verão, recorrem a Charters, o que faz com que o custo do serviço seja reduzido, e como tal, possa ter preços um pouco superiores ao Algarve, mas com qualidades que muito agradam ao público Português.

O avião de companhias aérias de baixo custo e como frisei aqui há dias veio revolucionar as deslocações das pessoas, o problema do Algarve, é que está relativamente perto e com custos pouco significativos para quem mora em Lisboa, mas se analisarmos, 75% da população portuguesa, está situada acima do Rio Mondego, e para essa população, fazer 5 ou 6 horas de viagem, e com custos mais elevados para chegar ao Algarve que os que partem de Lisboa, somando que ganham menos que os da capital, e ainda têm que pagar os preços inflacionados dos verões algarvios, digamos que é difícil persuadir pessoas a irem para lá. As pessoas preferem ir a uma agência de Viagens, compram um pacote e onde desta forma conseguem controlar os custos das férias, vão de autocarro, ou avião, e lá só gastam se quiserem, e tendo melhor clima, e por vezes coisas mais baratas que no Algarve, estão mesmo a ver, porque não se vai para o Sul.

É verdade, que a crise veio também afectar os destinos mais procurados lá fora, sei que estes destinos tiveram decréscimos também, mas não na mesma escala que os algarvios se queixam, é verdade também que o clima no Algarve, já não é o mesmo que há 10 anos atrás, a temperatura não está tão alta e a água do mar está mais fria, e isto, é algo que não podem contornar, mas podem contornar em serviço, prestar melhor serviço a um preço justo, e não a tentar roubar, para trabalharem 3 meses, o ano todo, a oferta tem que ser constante, de modo, a que não sofra grandes oscilações de preços e qualidade, e fazer como os outros, recorrerem a companhias de baixo custo de aviação, como a Ryanair que agora tem base no Porto, transfers e autocarros de norte a sul do país, tentar arranjar soluções para que as portagens sejam mais baixas, o combustível seja mais baixo, para reduzir custos, e se tornarem competitivos como os outros destinos europeus, contratem pessoas licenciadas que saibam o que fazer do Algarve, e não coloquem pessoas que visem o lucro no curto prazo, mas sim pessoas que vejam o Algarve como investimento de curto prazo e retorno de longo prazo.

Deixo a Questão: Pensa que o Algarve se tem esforçado por ser um destino de eleição para todos os Portugueses (de Norte a Sul)?

Tenho Dito

RT


Benidorm, Uma cidade muy Caliente e com Fantástica Noche…

Julho 14, 2009

Pois bem, é com muita pena minha volto, pois é sinal que terminaram as minhas férias, e estou de volta, para poder postar e comentar as mais diversas notícias e acontecimentos, publicados na nossa imprensa diária.

Vim Queimadito, pois vim de um local onde apanhei temperaturas em certos dias perto dos 40º, ou seja, era tipicamente na praia um porco a assar, lol.

Deixo-vos com umas fotos da cidade onde estive, que é Benidorm, já não lá ia à muitos anos, e aquilo esta um pouco mudado, mas continuam lá as discos K&M, a Penelope, etc. Continua a ser uma cidade com muita movida e bastante atraente, pena é que a distância seja enorme.

Benidorm_2009_1

Praia do Poniente, Foto tirada a caminho da Praia de Mal Pas

Benidorm_2009_2

Escultura de Areia na Praia do Levante

Benidorm_2009_3

Praia de Mal Pas (Vista Nocturna)

Benidorm_2009_4

Grande Hotel Bali

Bom destino para recuperar de um ano de trabalho, pena é que o tempo de férias passe sempre mais rápido que quando trabalhamos.

Votos de bom trabalho para quem trabalha, e boas férias para os surtudos que as têm ou que ainda as vão ter.

Tenho Dito

RT