Easyjet Patrocina Passagem de Ano Em Madrid…Veja Como Pode Participar…

Após o Natal, temos começar a pensar na passagem de ano, passo a transcrever uma oferta para uma passagem de ano diferente, pela Easyjet, e a que um diário da nossa praça, faz uma publireportagem, passo a transcrever a mesma, não fazendo nenhum comentário à mesma.

«Easyjet oferece passagem de ano em Madrid

A Easyjet lançou um passatempo na sua página do Facebook para oferecer uma viagem para duas pessoas a Madrid. Para participar, basta tornar-se fã da easyJet no facebook e completar uma frase sobre a easyJet e uma viagem a Madrid.
A festa de passagem de ano realiza-se nas Puertas del Sol , em Madrid.  A viagem de ida realiza-se dia 31 de Dezembro de 2009 e o regresso no dia 1 de Janeiro de 2010.
Os resultados do concurso são divulgados sai 29 de Dezembro na página do Facebook da easyjet.»

In: http://www.ionline.pt/conteudo/39169-easyjet-oferece-passagem-ano-em-madrid, a 24 de Dezembro de 2009, no Jornal I

Boas Entradas!

RT

Madrid, Uma Cidade Especial e Que Merece Uma Visita….Aproveitem as Sugestões…

Hoje trago uma sugestão que encontrei num site de um diário da nossa praça, passo a transcrever e esperando que tenham votos de um Bom Domingo.

«Passeie por Madrid com Ana Garcia Martins, a pipoca mais doce da blogosfera

Bom gosto apurado e olhos bem abertos, a pipoca pousou em Madrid nos tempos de estudante e deu a volta à capital espanhola. Calce uns sapatos confortáveis (só desta vez) e deixe-se levar por uma visita de pés bem assentes na terra

O hotel

Vivi um ano em Madrid, por isso tinha casa alugada (modesta, mas muito simpática e limpinha) e, com muita pena minha, não tive de pernoitar em hotéis. Ainda assim, destaco o Puerta América, que é um daqueles hotéis para onde apetece pegar na tralha toda e ir viver. Cada um dos doze andares foi desenhado por um designer, por isso todos têm estilos completamente diferentes. Da Zaha Adid ao Norman Foster, é cada um melhor do que o outro. Tratando-se de um hotel de luxo, não há propriamente quartos ao preço da chuva, mas pronto, é uma daquelas coisas para fazer uma vez na vida. Ou duas, vá.

O restaurante

Escolho dois: um é a Finca de Susana, perto da Puerta del Sol. É costume ter filas quilométricas, porque não aceitam reservas. É um daqueles restaurantes com muito bom aspecto, onde parece que nos vão ficar com metade do salário numa só refeição, mas não. Os pratos andam todos à volta dos oito euros (estão explicadas as filas) e são realmente bons. A outra sugestão é o Le Marquis, um dos restaurantes mais in de Madrid, muito a puxar ao fetiche. As cadeiras imitam corpetes, há espelhos enormes, fotos sensuais e salas privadas. A atirar para o carote.

O passeio
Diz-se que em Madrid 15 minutos são suficientes para chegar a qualquer lado (pelo menos, aos sítios que interessam), e é verdade. A cidade tem a enorme vantagem de ser praticamente plana e não ter calçada, por isso é perfeita para se andar a pé sem encravar os saltos altos a cada quatro passos. Por outro lado, não tem rio (não se pode ter tudo). O passeio ideal inclui uma passagem pela Plaza Mayor, palácio real, Gran Vía, Castellana… enfim, todos os highlights da cidade. Vale muito a pena dar uma volta no Retiro, um parque gigantesco que faz esquecer que se está no meio de uma cidade.

 

A livraria
Não sei se é a melhor, mas é enorme e uma das mais conhecidas: a Casa del Libro. Dá para passar uma tarde inteira lá dentro a folhear o melhor da literatura espanhola. Para além disso, fica na Gran Vía, onde tudo acontece.

 

A melhor rua de compras

Depende do que se quer. E do dinheiro que se tem. Se for para esbanjar à grande, a calle Serrano, onde estão a Prada, Dior, Manolo Blahnik e outras que tais. Para uma onda mais casual e descontraída, a calle Fuencarral, uma rua enorme com todas as marcas trendy (e consideravelmente mais acessível). Aos domingos de manhã impõe-se uma visita ao Rastro, uma espécie de feira da ladra mais alternativa. Quase não se consegue tocar com os pés no chão, de tanta gente que tem, mas é uma experiência verdadeiramente madrilena.

 

A galeria
Eu, pouco amante de galerias, me confesso: não fui a nenhuma enquanto vivi em Madrid. Por isso, em vez de estar para aqui a debitar informação directamente sacada do Google, recomendo antes uma galeria ao ar livre, as ruas da cidade. Em cada esquina há qualquer coisa interessante para ver. Ah, não se limite a olhar para a frente, olhe também para cima. A grande maioria dos edifícios tem esculturas maravilhosas no topo.

 

O museu
Terei de dizer o Prado, não é? Pessoalmente, prefiro o Thyssen, com arte moderna, mas o Prado é incontornável. Três dias de férias e muitos cafés em cima devem ser suficientes para ver tudo ao pormenor.
O segredo mais bem guardado de Madrid
Não é um segredo tão secreto quanto isso (passe a redundância), mas vale a pena partilhá-lo com mais gente: os churros com chocolate, uma espécie de farturas ultra-calóricas que se enfiam em taças de chocolate (se é para enfartar, que seja à grande). O sítio mais típico é a casa San Ginés, perto da Plaza Mayor. Se lhe der a fome de madrugada, este é o sítio ideal. Às cinco da manhã a casa está cheia de gente a comer churros. Numa onda menos tradicional, a Chocolateria Valor também tem uns belos churros e o chocolate é melhor. Só é preciso saber ir às horas certas, para evitar as filas.

 

Tome Nota:

 

Hotel Puerta America
Avenida América 41, 28028

La Finca De Susana

C/ Arlabán 4, 28014

www.lafinca-restaurant.com

Le Marquis

Plaza de España 11, 28008

Casa del Libro

C/ Gran Vía 29, 28013

www.casadellibro.com

Museo del Prado

Paseo del Prado, 28014

www.museodelprado.es

Thyssen

Paseo Prado 8, 28014

www.museothyssen.org

San Ginés

Pasadizo de San Ginés, 5

Chocolateria Valor

C/ Postigo de San Martín, 7

 

In: http://www.ionline.pt/conteudo/26678-passeie-madrid-com-ana-garcia-martins-pipoca-mais-doce-da-blogosfera, a 8 de Outubro de 2009, no Jornal i

Bom Domingo

RT