WoodStock…40 Anos Depois…Em Fotos…

No passado sábado, viveu-se os 40 anos de Woodstock, retirando a foto galeria do Jornal I, passo a transcrever a mesma, como assinalar o aniversário de um Grande Festival.

  O recinto tinha o tamanho de mais de 200 campos de futebol e chegou para as mais de 500 mil pessoas que apareceram em Bethel, a 15 de Agosto de 1969. A organização só estava a contar com 200 mil. Foto: Barry Z Levine/Getty Images

O recinto tinha o tamanho de mais de 200 campos de futebol e chegou para as mais de 500 mil pessoas que apareceram em Bethel, a 15 de Agosto de 1969. A organização só estava a contar com 200 mil. Foto: Barry Z Levine/Getty Images

 Dois rapazes apanham boleia no porta-bagagens de um carro. As estradas para Bethel tiveram filas intermináveis de trânsito à chegada e no regresso. Em quatro dias de liberdade absoluta, e condições mínimas, a polícia prendeu 200 pessoas. Foto: Three Lions

Dois rapazes apanham boleia no porta-bagagens de um carro. As estradas para Bethel tiveram filas intermináveis de trânsito à chegada e no regresso. Em quatro dias de liberdade absoluta, e condições mínimas, a polícia prendeu 200 pessoas. Foto: Three Lions

 Joan Baez actuou no primeiro dia do cartaz. Cantou oito músicas, grávida de seis meses. Juntou as vozes da multidão pelo fim da guerra do Vietname. Foto: Getty Images

Joan Baez actuou no primeiro dia do cartaz. Cantou oito músicas, grávida de seis meses. Juntou as vozes da multidão pelo fim da guerra do Vietname. Foto: Getty Images

 Os Santana sobem ao palco no segundo dia do festival. Na imagem, Carlos Santana, o fundador do grupo, e o baixista americano David Brown. Foto:Getty Images

Os Santana sobem ao palco no segundo dia do festival. Na imagem, Carlos Santana, o fundador do grupo, e o baixista americano David Brown. Foto:Getty Images

 Janis Joplin, a estrela cadente. Morreria um ano depois, como Jimi Hendrix, os dois com 27 anos. A aguardada actuação em Bethel não correu bem. Joplin era viciada em heroína e passou dez horas a beber antes de entrar em palco. Foto de: Getty Images

Janis Joplin, a estrela cadente. Morreria um ano depois, como Jimi Hendrix, os dois com 27 anos. A aguardada actuação em Bethel não correu bem. Joplin era viciada em heroína e passou dez horas a beber antes de entrar em palco. Foto de: Getty Images

 Grateful Dad, Joe Cocker, The Band. O rock desceu a Woodstock. Aqui Pete Townshend, o guitarrista dos ainda vibrantes The Who. The Beatles, Led Zeppelin, Frank Zappa e The Doors rejeitaram o convite. Foto de: Getty Imagens

Grateful Dad, Joe Cocker, The Band. O rock desceu a Woodstock. Aqui Pete Townshend, o guitarrista dos ainda vibrantes The Who. The Beatles, Led Zeppelin, Frank Zappa e The Doors rejeitaram o convite. Foto de: Getty Imagens

 A nudez invadiu o recinto. Para toda uma geração, não havia preconceitos. Foto de: Getty Images

A nudez invadiu o recinto. Para toda uma geração, não havia preconceitos. Foto de: Getty Images

 Famílias inteiras, hippies, estrangeiros. A mole humana no Woodstock, as suas carrinhas pão-de-forma e os símbolos coloridos tornaram-se uma imagem colectiva. No meio da confusão, nasceram duas crianças. Foto de: Getty Images

Famílias inteiras, hippies, estrangeiros. A mole humana no Woodstock, as suas carrinhas pão-de-forma e os símbolos coloridos tornaram-se uma imagem colectiva. No meio da confusão, nasceram duas crianças. Foto Jimi Hendrix foi o último a subir ao palco. No recinto já só estavam 35 mil pessoas. Considerado o melhor guitarrista da história, Woodstock foi a descoberta e apoteose de Hendrix. Voodoo Child e Purple Haze, cantadas em Bethel, correram o mundo. Foto de: Getty Image

 Qualquer poiso servia para descanso. O repórter do The New York Times escreveu na altura que apesar de passar uma imagem de condições de higienes miseráveis e consumo de drogas, a solidariedade era o que mais se destacava. Foto de: Getty Images

Qualquer poiso servia para descanso. O repórter do The New York Times escreveu na altura que apesar de passar uma imagem de condições de higienes miseráveis e consumo de drogas, a solidariedade era o que mais se destacava. Foto de: Getty Images

 "Make love not war" tornou-se no lema de uma geração. A guerra do Vietname estava no auge. Nem o temporal que se abateu sobre o recinto abalou a multidão. Foto de: Getty Images

"Make love not war" tornou-se no lema de uma geração. A guerra do Vietname estava no auge. Nem o temporal que se abateu sobre o recinto abalou a multidão. Foto de: Getty Images

 O fim doeWoodstock foi assim, há 40 anos. Foto de: Getty Images

O fim de Woodstock foi assim, há 40 anos. Foto de: Getty Images

Penso que terá sido um excelente festival, e apesar das condições serem miseráveis, havia liberdade a quase todos os níveis, de salientar, que actualmente não conseguimos ter em alguns países desenvolvidos, liberdade ao mesmo nível que há 40 anos existia nos EUA.

Fica aqui e com extracção das fotos do Jornal I, (In: http://www.ionline.pt/ifotogaleria/18406-13440-foi-ha-40-anos-woodstock-em-imagens) a minha homenagem a Woodstock.

Votos de Boa Semana

Tenho Dito

RT