A Receita Deste Domingo É: Bolachas de Manteiga…

Agosto 7, 2011

Bolachas de Manteiga... (imagem meramente ilustrativa) Fonte: http://www.receitasdamena.com

A Receita deste Domingo, é algo fácil, e adequado para este primeiro fim-de-semana de Agosto, e passa por Bolachas de Manteiga…

« Ingredientes

  • Manteiga: 250 g
  • Ovo batido: 1
  • Açúcar: 180 g
  • Farinha de trigo T55: 440 g
  • Fermento para bolos: 1 Colher
  • Óleo para untar:

 

Preparação

Derreter a margarina no micro-ondas.

Colocar a manteiga derretida na cuba da máquina de fazer pão, juntar o ovo batido, o açúcar e a farinha.

Selecionar a opção Massa. Enquanto a máquina mistura a massa, pode ajudar a soltar massa/farinha das paredes da cuba com uma espátula de madeira (de madeira ou plástico, para não riscar a cuba).

Deixe a máquina bater a massa somente durante 15m, findo os quais pode desligá-la.

Molde as bolachinhas com as mãos (ou utilize um dispara-biscoitos) e coloque num tabuleiro untado com o óleo.

Leve ao forno, pré-aquecido a 180ºC, durante 15m ou até as bolachinhas ficarem douradas. »

In: http://sabores.sapo.pt/receita/bolachas-de-manteiga, a 01 de Agosto de 2011

RT


A Receita de Hoje é… Almôndegas de Frango…

Março 20, 2011

Almôndegas de Frango... Fonte: http://www.clickgratis.com.br

Hoje trago uma receita um pouco mais diferente das que tenho trazido, e versa por ser algo simples e fácil de confeccionar.

« Almôndegas de frango

Ingredientes

  • Frango: 500 g
  • Cebolas: 2 Médias
  • Alho: 1 Dente
  • Orégãos: q.b. –
  • Tomilho: q.b. –
  • Pão ralado: 3 Colheres de sopa
  • Ovo: 1 (batido)
  • Azeite: q.b. –

Preparação

Pique o frango, o alho e a cebola. Coloque todos os ingredientes numa taça e misture bem. Humedeça as mãos e faça bolinhas.

Numa frigideira, aqueça o azeite. Coloque as almôndegas a fritar até ficarem douradas. Reserve, colocando-as em papel absorvente para retirar o excesso de gordura.

Sirva com ervilhas e molho de tomate »

In: http://sabores.sapo.pt/receita/almondegas-de-frango-1, a 13 de Março de 2011

Bom Apetite!

RT


A Receita de Hoje é: Bolo à Lavradeira…

Março 13, 2011

Bolo Lavradeira ( A Imagem Pode Ser Ilustrativa) Fonte: http://www.resteadesol.blogspot.com

A Receita que trago neste Domingo, é uma receita tradicional do Minho e denomina-se como sendo Bolo à Lavradeira

« Bolo à Lavradeira

Ingredientes:

– 7 ovos

– 125 gr de açúcar

– 2 dl de azeite

– 2,5 dl de mel

– 1 colher de chá de canela

– 250 gr de farinha

– 1 colher de chá de fermento em pó

– manteiga para untar a forma

Preparação:

Bater o mel com o açucar, juntar o azeite e a canela e bater muito bem. Acrescentar as gemas batidas e a seguir a farinha peneirada e o fermento. Depois de obter uma massa homogénea acrescentar as claras batidas em castelo e misturar cuidadosamente. Deitar o preparado numa forma com buraco untada de manteiga e polvilhada de farinha e levar ao forno. »

 

In: http://saboresdominho.com/bololavradeira.htm, a 11 de Março de 2011


A Receita Deste Domingo é: Papas de Sarrabulho

Fevereiro 27, 2011

Papas de Sarrabulho... Fonte: http://www.muddy-tracks.blogspot.com

A Receita deste Domingo, passa por um sabor oriundo do Minho, e um sabor muito genuíno. A Receita como já acima enumerei, são as famosas Papas de Sarrabulho, passo a transcrever a referida receita.

« Ingredientes:
Para 6 pessoas

  • 250 g de fígado de porco ;
  • 250 g de bofes de porco ;
  • 250 g de goelas de porco ;
  • 250 g de coração de porco ;
  • 1 osso da suã de porco, muito curado ;
  • 250 g de galinha gorda ;
  • 250 g de carne de vaca ;
  • 250 g de sangue de porco cozido ;
  • 2 tigelas de farinha de milho peneirada (cerca de 250 g) ;
  • sal e cominhos

Confecção:

Põe-se uma panela com água ao lume e, quando ferver, juntam-se as carnes, temperam-se com sal e deixam-se cozer até a galinha se desfazer.
Depois de cozidas, retiram-se as carnes e junta-se ao caldo a farinha para fazer uma papa não muito espessa, o sangue e um pouco de fígado cozido e esmagados à mão, as carnes previamente desfiadas e um pouco de cominhos.
Mistura-se tudo e deixa-se cozer.
Servem-se as papas em tigelas, polvilhadas com mais cominhos.
As quantidades de farinha e das carnes são facultativas, mas é imprescindível, para umas boas papas de sarrabulho, que levem todos estes ingredientes.

fonte: Editorial Verbo »


In: http://www.gastronomias.com/portugal/min015.html, a 20 de Fevereiro de 2011

Bom Apetite!!

RT


Cantina da Estrela… O Restaurante Onde o Cliente Paga Consoante o Gosto do Prato…

Janeiro 10, 2011

Cantina da Estrela... Fonte: http://www.ionline.pt

Hoje trago um artigo que versa sobre algo que pode ajudar na educação de muitos jovens, especialmente na cidade de Lisboa, e não deixa de ser uma boa solução gastronómica, passo a transcrever o referido artigo.

« Cantina da Estrela. Aqui os clientes é que decidem quanto pagam

Abriu o mês passado no Hotel da Estrela, em Lisboa, e são os alunos da escola de hotelaria ao lado quem cozinha e serve às mesas

Não se deixe enganar pelo nome do restaurante. Apesar de se chamar Cantina da Estrela e de estar decorado com quadros de ardósia e mesas antigas de madeira, a comida nada tem a ver com aquela que é servida em tabuleiros de plástico na maior parte das cantinas de escola. Basta observar a ementa, encaixada num dossiê com vários separadores, como se fosse um caderno de sumários, para perceber que os pratos aqui são outros: “risotto de balsâmico com foie gras”, “bacalhau com todos em cocotte”, “peixe do dia em bouillabaise cá das nossas” e outros que tais enfeitados com expressões francesas, italianas e, claro, portuguesas, como “borreguinho que se desfaz na boca”.

“A maior parte dos pratos são servidos em tachos e escolhemos o nome ”Cantina” por ser uma comida aconchegadora, como a que se come em casa”, explica Luís Casinhas, chefe de cozinha do restaurante que abriu portas no início de Dezembro no Hotel da Estrela, em Lisboa. Luís tem dupla responsabilidade: além de ser chefe de cozinha, tem de controlar a equipa de alunos que ali trabalha todos os dias, vinda da Escola Superior de Hotelaria e Turismo de Lisboa, mesmo ao lado do restaurante. “Todos profissionais do hotel são alunos da escola, tanto na cozinha como nos quartos ou na recepção”, diz o chefe. “É um hotel de aplicação e como a escola tem quase 400 alunos temos uma equipa diferente todos os dias.”

A ementa é fixa, mas o facto de a brigada de cozinha ser rotativa pode dar algumas dores de cabeça a Luís: “A parte cansativa é ter de explicar as mesmas coisas várias vezes… de manhã estão uns, à tarde estão outros… E depois responder sempre às mesmas perguntas: ”Onde é que é a torneira?” Onde é que está o recipiente?””

NA COZINHA

Gonçalo Henriques, de 31 anos, está pela primeira vez a cumprir as horas de estágio do seu curso de Gestão e Produção de Cozinha na Cantina da Estrela. “Hoje já tratei da parte da mise en place [a etapa inicial da preparação de um prato em que se medem, descascam e cortam os ingredientes], estive a arranjar polvo e a deixá-lo em vácuo e a preparar bacalhau”, conta o aluno, que antes de querer ser chefe de cozinha trabalhava numa mediadora de seguros. “A parte pior é quando começam a chegar muitos clientes, trabalhamos com mais velocidade e entra-se no tal ”lodo”, uma expressão que se usa nesta área para quando há muito serviço.”

À noite, Gonçalo trabalha noutro restaurante e por isso já tem experiência nos tachos, mas há alunos que aparecem sem saberem cozinhar. “Embora as aulas tenham uma componente prática, é no restaurante que se aprendem as técnicas e se ganha o brio de ser cozinheiro”, diz o chefe Luís que em Dezembro recebeu mais de 70 estagiários. “Até alunos de outras escolas nos pedem para trabalhar aqui.”

AVALIAÇÃO

O restaurante fica num dos edifícios onde em tempos funcionou a Escola Secundária Machado de Castro e não se quis esquecer disso. “Para a decoração fomos ao Parque Escolar [empresa pública para a modernização de escolas secundárias] buscar mesas, cadeiras e quadros de escolas que foram demolidas”, conta Elisabete Guilherme, responsável de sala do restaurante. E sem esquecer o espírito de avaliação das escolas, os pratos escolhidos pelos clientes também estão à prova. “Existe um preço mínimo e um preço máximo e os clientes pagam o que quiserem consoante gostem dos pratos ou não”, diz o chefe Luís Casinhas. “Por exemplo se gostarem muito da nossa sopa de peixe com brunesa de legumes podem dar a nota máxima e pagar 5 euros. Se acharem que precisa de mais picante podem pagar 3 euros, ou dar a nota mínima [2,5 euros]. É uma boa maneira de avaliarmos e aperfeiçoarmos os pratos.”

Elisabete garante que, durante o primeiro mês, os clientes “foram justos e não deram a nota mínima só para pagarem menos”. “Aliás até costumam deixar [na conta que é a mesma folha da ementa] observações para os alunos”.

COPOS PARTIDOS

Não é a primeira vez que Mariana Ferraria, de 19 anos, e Kevin Pereira, de 20 anos, servem às mesas na Cantina da Estrela. “Já fiz serviço mais vezes e estive aqui nas férias”, conta Mariana que desde Setembro está no curso de Gestão Hoteleira, Restaurante e Bar. “Faz parte da componente prática do curso e debitam-nos nas horas de estágio.” Entre as disciplinas do curso estão várias técnicas como a de Serviço de Cozinha Quente e Serviço de Cozinha Fria. Mas as coisas nem sempre correm bem. “Eu já tive dificuldade em abrir uma garrafa de vinho que é uma coisa que aprendemos nas aulas”, confessa Kevin. Mariana teve mais azar: “Quandi ia pôr a imperial na mesa, o copo escorregou para cima de uma cliente e partiu-se na cadeira. Mas ela compreendeu, sabe que somos alunos.”

Cantina da Estrela, Rua Saraiva de Carvalho, 35, Lisboa. De segunda a sábado das 12h30 às 15h30 e das 19h30 às 22h30. Preço Médio: 25 euros; Tel: 21 190 01 00 »

In: http://www.ionline.pt/conteudo/97166-cantina-da-estrela-aqui-os-clientes-e-que-decidem-quanto-pagam, a 7 de Janeiro de 2011, em Jornal I

Boas Degustações!

RT


Patê de Atum Com Salchichas e Cebolinhas…

Dezembro 8, 2010

Patê de Atum Com Salchichas e Cebolinhas... Fonte: http://www.portaldacidadania.blogspot.com

A Sugestão de Hoje é…

 

Patê de Atum com Salsicha e Cebolinha

 

Ingredientes:

1 lata de atum ralado escorrido
2 colheres de sopa de maionese
salsinha e cebolinha a gosto

Preparação:
É só misturar o atum e a maionese
amassando com um garfo e finalizar
com a salsinha e a cebolinha.

 

In: http://www.receitassimples.com.br/Receita.php?Pate-de-atum-com-salsinha-e-cebolinha, a 07 de Dezembro de 2010

RT


A Receita Deste Domingo É… Sopa Caseira

Dezembro 5, 2010

Hoje e para se contornar o Frio, que tal uma sopa caseira, passo a transcrever a referida receita.

« Sopa Caseira
Felicia Sampaio
Editora Culinária do Roteiro Gastronómico de Portugal

Ingredientes:

  • caldo de carne caseiro q.b. (ver)
  • alguns olhos de couve e folhas tenras esfarrapadas à mão
  • 3 nabos cortados em cubos
  • fatias finas de pão caseiro q.b. ou broa partida à mão
  • 3 ramos de hortelã

Confecção:

Depois do caldo pronto, coza os nabos e a couve.
Numa terrina põe-se as fatias de pão ou a broa e a hortelã.
Quando as hortaliças estiverem cozidas, retira-se a panela do lume e despeja-se na terrina, sobre o pão e a hortelã.
Tapa-se e serve-se bem quente. »

In: http://www.gastronomias.com/receitas/rec4146.htm, a 05 de Dezembro de 2010

RT